Estação Capuava da linha 10-Turquesa fica fechada até abril; ônibus atendem

Trem da linha 10-Turquesa

No local, serão realizadas obras de acessibilidade e melhorias

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

A partir desta sexta-feira, 14 de janeiro de 2022, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) fecha a estação Capuava da Linha 10-Turquesa para realizar obras de revitalização e promover melhorias de acessibilidade nas plataformas e demais dependências.

A previsão é de manter o local fechado para atendimento aos passageiros até a primeira quinzena de abril deste ano. Os trens passam normalmente pelo local, mas não vão parar na estação Capuava.

Ônibus atendem ao percurso entre as estações Capuava e Mauá (veja abaixo como será o esquema)

Entre as intervenções que serão feitas na estação, estão a substituição de pisos, instalação de novos sanitários públicos, reforma de revestimento e pintura, adequação às normas de proteção e combate a incêndio.

Novos elevadores, rampas, reformas das escadas, nova cobertura das plataformas, novo prédio de apoio operacional para funcionários também estão nos serviços programados.

As ações em Capuava fazem parte do pacote de intervenções no valor de R$ 83 milhões que contempla também as estações de São Caetano, Prefeito Saladino e Utinga.

PAESE

Para atender quem embarca ou desembarca em Capuava, são colocados à disposição ônibus do sistema PAESE para efetuar o trajeto entre as estações Capuava e Mauá.

Desta forma quem tiver como destino final Capuava, deverá então desembarcar em Mauá e fazer o trajeto pelos ônibus.

Veja abaixo os locais de embarque dos ônibus entre Mauá e Capuava:

– Estação Capuava: o ponto dos ônibus para embarque e desembarque de passageiros será na rua Rosa Kasinsk, s/nº.  O trajeto de 4,1 km entre Capuava e Mauá tem tempo aproximado de 7 minutos.

– Estação Mauá:  o embarque e desembarque de passageiros deve ser feito na av. capitão João, s/nº – bairro Matriz.  O itinerário de 6,2 km entre Mauá e Capuava está estimado em 11 minutos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta