Ônibus de Petrópolis (RJ) circulam com alterações nesta segunda (10) devido à chuva

Pista escorregadia, possibilidade de deslizamento, abertura de buraco e estacionamento irregular são os principais motivos para a alteração no atendimento. Foto: Divulgação / Setranspetro.

Pelo menos oito comunidades são afetadas por problemas operacionais causados por más condições das pistas

JESSICA MARQUES

Os ônibus de Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, estão circulando com alterações nesta segunda-feira, 10 de janeiro de 2022, devido à chuva.

Pista escorregadia, possibilidade de deslizamento, abertura de buraco e estacionamento irregular são os principais motivos para a alteração no atendimento à população.

Segundo as empresas de ônibus, pelo menos oito comunidades estão sendo afetadas.

Confira as interferências, por itinerário:A Petro Ita continua, desde a última sexta-feira, impossibilitada de atender a Rua João Evangélio, por conta da pista escorregadia, parando um quilômetro antes, no antigo ponto final, na Rua Indaiá. As linhas prejudicadas são a 448 – Olga Castrioto e 461 – Olga Castrioto (Via Alto da Serra).Pela manhã, às 8h40, a queda de fiação elétrica na pista impediu a operação da linha 429 – Lagoinha até o ponto final, em um trecho de aproximadamente 500 metros. O ônibus cumpriu a viagem, realizando a manobra na entrada do bairro Chácara Flora. A normalização do atendimento na região aconteceu por volta das 12h.A Cidade das Hortênsias precisou temporariamente interromper a operação da linha 330 – Terminal Corrêas, que está impossibilitada de operar via Rua Pedro Elmer, devido ao risco de deslizamento de terra na pista, sem previsão de liberação do trecho totalmente interditado. A empresa transferiu todos os veículos para a linha 300 – Terminal Corrêas.A abertura de um buraco na entrada da comunidade Spartaco Banal na sexta-feira continua alterando o trajeto do ônibus que faz a linha 310 – Spartaco Banal, que está provisoriamente seguindo sentido Cascatinha. O coletivo está atendendo ao ponto final, porém, sem operar por um trecho de 400 metros da Rua Pedro Elmer.Já na manhã de hoje, o ônibus que faz a linha 521 – Monte Florido, da empresa Cascatinha, ficou preso próximo ao ponto final da região, devido ao estacionamento irregular de um veículo em uma curva. O caso foi registrado na primeira viagem, às 5h20, sendo o trecho liberado somente às 7h50, totalizando a perda de quatro viagens.A Turp Transporte está com interferência na operação de duas linhas. A 707 – Fagundes está atendendo a localidade Posse dos Coqueiros somente até Olaria. O excesso de lama na região impossibilita a circulação do ônibus até o ponto final, em um trecho de 1,6 quilômetro. A linha 719 – Madame Machado também não está atendendo a aproximadamente 1,2 quilômetro da região Jardim Americano, em razão do afundamento da via.O Setranspetro orienta que os passageiros baixem os aplicativos “Vá de Ônibus”, “Cittamobi”, “Petro Ita” e “Cascatinha”, para acompanhar em tempo real a localização dos ônibus em Petrópolis.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta