DF realiza obras no terminal rodoviário do Gama

Objetivo é garantir maior segurança para as pessoas com deficiência física ou quaisquer dificuldades de locomoção. Foto: Agência Brasília.

Reconstrução, no centro da cidade, deve gerar aproximadamente 90 empregos, segundo o Governo

JESSICA MARQUES

O Governo do Distrito Federal informou que está realizando a primeira etapa da reconstrução da rodoviária do Gama.

A obra teve início com a edificação das unidades provisórias que vão abrigar os permissionários e será finalizada ainda em janeiro de 2022.

Entretanto, a conclusão total do empreendimento está prevista para ocorrer em até 18 meses após a assinatura do contrato.

Em outubro, a Combrasen (Companhia Brasileira de Soluções em Engenharia) venceu a concorrência pública para realizar a reconstrução.

O certame foi do tipo menor preço e o valor total do contrato é de R$ 5.560.672,87.

Em nota, o Distrito Federal informou que a obra, no Setor Central do Gama, deve gerar aproximadamente 90 empregos.

Segundo o subsecretário de Terminais da Semob, Ronivaldo Bento Costa, a reforma será completa e o terminal será modernizado e adequado para atender a atual demanda de transporte público.

“Quando a reforma estiver concluída, o Gama terá um terminal totalmente remodelado, adequado às normas de edificação e às normas técnicas atuais, inclusive com soluções arquitetônicas de acessibilidade”, explicou, em nota.

PROJETO

O projeto contempla a atualização das redes de instalação de água, esgoto, elétrica, telefônica, além do reforço na prevenção contra incêndio e na acessibilidade. Entre os boxes de paradas dos ônibus serão construídas calçadas com piso tátil, e os degraus das plataformas e da área comercial serão retirados.

Portanto, segundo o governo, as obras têm como objetivo garantir maior segurança para as pessoas com deficiência física ou quaisquer dificuldades de locomoção.

Com a reforma, os 18 boxes do terminal serão realocados, de forma que o telhado da edificação passe a proteger os usuários das intempéries no embarque e desembarque. O telhado será substituído e a cobertura ficará mais alta.

Além disso, serão reformados os sistemas elétrico, hidráulico, de esgotamento sanitário e de combate a incêndio, os seis banheiros e as áreas administrativas. Será reconstruído o pavimento das áreas de circulação dos ônibus, enquanto pisos e paredes das áreas comuns ganharão novos revestimentos.

SOBRE O TERMINAL

O terminal rodoviário Gama Centro ocupa um terreno de 5.760 m², próximo a diversos órgãos públicos, em área de grande movimentação de pessoas. Dispõe de 24 vagas para estacionamento de ônibus. Além das 24 linhas urbanas, o terminal recebe viagens do transporte rodoviário interestadual e semiurbano.

Pelo Gama Centro passam 92 ônibus de linhas internas do DF, que realizam 794 viagens de segunda a sexta, 517 aos sábados e 341 aos domingos. Cerca de 80 permissionários desenvolvem atividades comerciais no terminal, em lanchonetes, restaurantes, lotérica, farmácia, lojas de roupas e suprimentos de informática.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta