Transcap deixa de operar linha Mosqueiro-São Brás, em Belém (PA)

Estão em vigor mudanças temporárias no itinerário. Foto: Agência Belém.

Ordem de Serviço da Semob determina que consórcio de empresas seja responsável pela operação

JESSICA MARQUES

A empresa Transcap foi retirada da operação compartilhada da linha 970 Mosqueiro-São Brás, que atende a ligação para Mosqueiro, em Belém, no Pará.

Em nota, a Prefeitura informou que a “reiterada falta de regularidade na operação da linha” motivou a decisão da Semob (Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém).

Desta forma, a Prefeitura, por meio da Semob, emitiu a O.S. (Ordem de Serviço) nº 087/2021 para o ajuste operacional da linha Mosqueiro-São Brás, que possibilitou a entrada do consórcio de empresas que passou a operar, esta semana, na linha que atende aos usuários do distrito. O objetivo é ofertar um serviço adequado à demanda.

A O.S. também definiu, provisoriamente, os dados operacionais da linha 970-Mosqueiro/São Brás em quatro itinerários. Três deles saindo de Mosqueiro com destino a São Brás: saindo da Vila, na Travessa Pratiquara; saindo da Baia do Sol, na estrada da Fazendinha, e saindo de Sucurijuquara, também na Baia do Sol.

O quarto itinerário sai de São Brás, na Avenida Almirante Barroso, entre a Avenida José Malcher e Praça Araújo Martins, com destino ao terminal, em Mosqueiro, na Travessa Pratiquara (Vila).

“Antes, somente a Transcap operava a linha Mosqueiro/São Brás e o consórcio de empresas fazia o reforço operacional em feriados prolongados e fins de semana. A partir da Ordem de Serviço emitida, todas as dez empresas que fazem parte do consórcio passam a operar a linha”, explicou o coordenador de Fiscalização e Vistoria (CFVI), Raimundo Rodrigues Neto, em nota.

O coordenador também afirmou que a O.S. está sendo cumprida pelo consórcio de empresas com uma frota de 12 veículos.

DISCUSSÕES

Segundo a Prefeitura, a medida é resultado de reuniões e discussões ocorridas com lideranças de Mosqueiro e delegados do Tá Selado, na sede da Semob, que culminou com uma audiência pública realizada no último 03 de dezembro, em Mosqueiro, e, por fim, uma reunião ocorrida na sexta-feira passada, 10, visando a melhoria do transporte público do distrito. As principais reivindicações da população dizem respeito às condições dos ônibus, demora e quantidade de veículos na frota.

FISCALIZAÇÃO

Outro encaminhamento dado pela Semob, objetivando a melhoria no serviço, foi a intensificação da fiscalização da qualidade do serviços prestado aos usuários da linha Mosqueiro/São Brás.

Iniciada no dia 29 de novembro, a fiscalização segue durante esta semana, nos horários de pico da linha, monitorando as primeiras viagens que saem de Mosqueiro, nos horários de 4h às 10h da manhã, e as últimas, nos horários a partir de 18h30. Em Belém, o monitoramento é realizado das 7h às 21h, horário da saída do último veículo, de São Brás.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta