São Bernardo do Campo (SP) proíbe Carnaval e anuncia novas restrições

Medidas entram em vigor a partir de 13 de dezembro. Foto: Divulgação / PMSBC.

Funcionamento de estabelecimentos comerciais está limitado até as 2h

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, publicou nesta sexta-feira, 03 de dezembro de 2021, um decreto que proíbe a realização do Carnaval na cidade em 2022.

Além disso, o documento também restringe o funcionamento de bares, restaurantes, shopping centers, lojas de conveniência, buffets, casas de shows e congêneres até, no máximo, às 2h.

As medidas entram em vigor a partir de 13 de dezembro. Desta forma, o funcionamento de bares, restaurantes, shopping centers, lojas de conveniência, buffets, casas de shows e congêneres, devem ocorrer até no máximo às 2h, exclusivamente com público sentado, sendo proibido o consumo e atendimento de pessoas em pé.

De acordo com a Prefeitura, estes estabelecimentos devem continuar dispondo de álcool gel aos seus frequentadores.

“A medida preventiva ocorre diante do surgimento de uma nova variante da Covid-19, denominada Ômicron. O Festival de Verão, tradicionalmente realizado em janeiro, e a tenda em celebração ao Natal também foram cancelados”, informou a Prefeitura, em nota.

EVENTOS NA CIDADE

De acordo com o novo decreto, será proibida a realização de eventos carnavalescos, como desfiles, bailes, blocos de rua durante o Carnaval de 2022.

A proibição é válida tanto para locais públicos quanto para estabelecimentos privados (clubes, bares, restaurantes, buffets, boates, entre outros).

Assim, também a partir de 13 de dezembro, a realização de eventos também só poderá ocorrer com público sentado, incluindo shows e apresentações musicais, bailes, confraternizações, comemorações de Natal e Reveillon.

“A variante Ômicron é uma realidade. Não vamos deixar explodir o número de casos para começar a tomar medidas. A pandemia nos ensinou muitas coisas e já sabemos o que deu certo e o que deu errado. Por isso, estamos atuando de forma preventiva para que nada feche. Como fizemos desde o início da pandemia, estamos ouvindo a ciência e o nosso Comitê de Combate ao Coronavírus”, afirmou o prefeito Orlando Morando.

USO DE MÁSCARAS

O uso de máscara continua obrigatório em toda a cidade, tanto em ambientes externos quanto internos, por tempo indeterminado.

A Prefeitura informou que segue recomendação do Comitê Científico do Governo do Estado, que reviu a decisão de desobrigar o uso do artigo de proteção em locais abertos a partir do próximo dia 11 em todo o Estado de São Paulo.

“A manutenção do uso de máscaras leva em consideração os possíveis impactos da variante Ômicron às vésperas do fim de ano.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Marcelo disse:

    Faaallaaa macacaaada.. puxa saco do molusco…

Deixe uma resposta