Comprovante vacinal passará a ser exigido no transporte intermunicipal da Bahia a partir de 10 de dezembro

Segundo o governador Rui Costa, nos últimos 15 dias houve um aumento nos casos de covid-19

WILLIAN MOREIRA

O governador da Bahia, Rui Costa, usou as suas redes sociais nesta quarta-feira, 24 de novembro de 2021, para anunciar nova medida contra a pandemia, voltada ao transporte rodoviário intermunicipal para impedir o crescimento de casos.

Para embarcar nestes ônibus e viajar entre as cidades baianas, a partir de 10 de dezembro de 2021, será exigido o comprovante de vacinação contra a covid-19, para ter o ingresso no transporte permitido.

Segundo o governador, nos últimos 15 dias os casos da doença cresceram saindo de 2,5 mil para 3 mil casos.

De acordo com o decreto oficial, a exigência comprovante de vacina vale para o transporte rodoviário intermunicipal de passageiros por ônibus, público e privado, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

Os passageiros ao entrar devem ter na sua caderneta impressa ou pelo aplicativo Conect SUS, a confirmação de que recebeu a dose única ou tomou as duas doses do imunizante.

A expectativa do governo baiano é evitar crescimento maior de casos e contribuir para as prefeituras adotarem mais medidas protetivas, entre elas destacadas por Rui Costa, de exigir a imunização completa dos servidores públicos.

01Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta