Procon defende que créditos do Cartão BOM sejam transferidos para o TOP

Governo do Estado, porém, divulgou que não haverá transferência

ADAMO BAZANI

O Procon de São Paulo defende que os créditos não utilizados no Cartão BOM sejam transferidos para o Cartão TOP, novo bilhete eletrônico que está sendo implantado pela gestão do governador João Doria no sistema de transportes metropolitanos de São Paulo, incluindo os ônibus gerenciados pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), Trólebus do Corredor ABD, Metrô, monotrilho e trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

Ao anunciar o novo cartão, o Governo do Estado de São Paulo informou que o passageiro terá de esgotar o saldo do BOM e que os créditos não serão transferidos para o TOP.

Em resposta ao questionamento do Diário do Transporte nesta quinta-feira (11), o Procon diz que não há nenhum pretexto que justifique a perda de créditos pelo passageiro.

Veja nota na íntegra:

Os créditos existentes no cartão BOM terão que ser esgotados, não pode haver cancelamento sem que eles sejam utilizados qualquer que seja o pretexto.

Sendo criado um novo cartão os créditos devem ser passados para o novo cartão ou o cartão anterior deve ser mantido com o usuário até o esgotamento dos créditos existentes.

O Procon não informou, porém, se vai tomar alguma atitude em relação ao anúncio do Governo do Estado.

CRONOGRAMA:

O Governo do Estado estipulou um cronograma para a mudança de cartões dependendo da modalidade: Vale-Transporte, Comum, Escolar, Senior, Especial e Empresarial.

Como mostrou o Diário do Transporte, o BOM deixará de existir e gradativamente está sendo substituído por um novo cartão, chamado TOP.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/11/05/cartao-bom-deixara-de-existir-e-sera-substituido-pelo-top/

Os créditos do Cartão BOM não serão transferidos para o Cartão TOP.

A partir de janeiro de 2022, não será possível carregar mais de créditos o BOM.

Assim, o passageiro terá de pedir o novo cartão.

Para isso, deve seguir os passos:

  • Baixar o Aplicativo TOP no celular
  • Realiza o cadastro neste aplicativo do TOP
  • Escolher receber seu cartão TOP em casa, o envio terá custo

Também é possível obter a primeira via do cartão gratuitamente nas lojas Pernambucanas, levando RG, CPF originais e comprovante de residência.

A STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos) estipulou um calendário de troca.

Para mais informações sobre a troca do cartão, o passageiro deve acessar https://www.boradetop.com.br

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Lourival Popperl disse:

    Em relação ao bilhete bom minha amiga tem um valor altoxe até marco de 2022′ não consegue gastar seus créditos até nesta data. A pergunta é xá seguinte: se não podemos vender os créditos o que e considerado crime no que concordo então o governo ou consórcio de empresas de ônibus ficar com esses créditos não é considerado um crime pois os valores do cartão são atrelados a um nome e um CPF específico náo sou advogado mas não seria considerado uma apropriação indevida de bens ou valores….não caberia uma ação coletiva dos prejudicados contra esta medida absurda…..Alguem pode responder..
    Não tenho nada contra mudanças só estou indignado por perder um direito que é da pessoa……m

    1. Elisangela Garcia disse:

      Concordo Lourival e com os demais tb!
      Não podemos deixar isso assim, estou vendo se encontro algum processo coletivo contra esse bando de criminosos. Se alguém ver algo parecido pf favor, divulge! Estou buscando e se nao achar vou procurar saber como fazer.
      Mas como já dizia a música, uma andorinha só não faz verão, então todos tem que se unir, independente de quem comece. A união de todos que estão sendo afetados por esses ladrões irá nos ajudar para que dia 31/03/2022 esse bando não dê risadas das nossas caras.
      Estou a disposição para levar adiante!

  2. Elisangela disse:

    Então eu perderei por créditos que eu paguei muito injusto espero que o Procon de um jeito nisso

  3. carla disse:

    Eu to indignada com isso….se comprei é meu por que nao pode ser transferido para o novo?Devido a pandemia eu não consegui consumir meus credito todos e nao vou conseguir gasta los ate a data mencio ada…Ai dou para o dignissimo governo e as empresas de onibus.Não…vou reclamar até a ultima.

  4. Judith disse:

    Meu caso é igual ao dos demais. Não posso perder meus créditos. Por que os governantes só fazem coisas que prejudica o povo?

  5. Thais disse:

    Depois dizem que vivemos num país democrático. .. Mas sou obrigada a ficar passeando de ônibus, sem eu querer e contra a minha vontade para que eu não perca meus créditos! !! Um absurdo isso!!! Devido a pandemia deixei de andar de ônibus e também não vou conseguir utilizar todo o saldo disponível até a data prevista! Para nos assaltar basta um click no celular, mas transferir nossos créditos de um cartão para o outro não existe tecnologia suficiente que de conta? É muita incompetência e falta de respeito com o cidadão!

  6. Rose disse:

    Isso é roubo como sempre, tenho crédito e não vou usar até essa data ,mas já vou consultar um advogado para não perder meus direitos.

  7. AMANDA SILVA disse:

    Tenho saldo alto no meu cartão é não irei consumir até a data prevista é o governador junto com s empresa avisa 1 mês antes é acha que está tudo bem né…Isso é um absurdo é falta de respeito com a população. Quer dizer que na hora de fazer o correto não dá mais roubar a população na cara dura dá na verdade esse governador de merda. É melhor dá um jeito de passar o saldo para o novo cartão ou com certeza vai haver muitos processos em cima do governador é da empresa de ônibus perde é que não podemos.

  8. Sou mais um q tenho saldo muito alto devido utilizar por algum tempo veiculo proprio e depois de ser roubado estou utilizando novamente meu cartão Bom e é vale transporte onde todo mês é descontado e de direito de todos nós, tem que migrar sim. Espero que o PROCON resolva isso ou como o colega falou ali em cima abrir uma ação coletiva para resolverem essa situação.

  9. Railda Josefa da Rocha Silva disse:

    Pessoal meu caso é o mesmo, estou com um saldo de 3.000 reais no cartão BOM, pois trabalhei um tempo em home.. E não é justo o governo pegar esse valor sendo que foi descontado no meu pagamento mês a mês… Vamos abrir reclamações no PROCON e quero ver isso não ser resolvido. Querem nos roubar na maior cara de pau..

  10. Lourival Popperl disse:

    Bom dia nao tem nesse site um advogado ou uma advogada que possa nos dar uma luz a respeito desses saldos que vao passar para as maos dos poderosos

  11. Claudia disse:

    Procon precisa entrar com uma ação popular para assegurar os direitos dos trabalhadores..
    O nome disso é roubo… falta mais nada governo do Estado esta assaltando os trabalhadores no vale transporte.. Falta mais o que? Daqui a pouco nos tira o direito de ir e vir.

  12. Claudia disse:

    Governo do Estado roubando vale transporte do trabalhador na cara dura!

  13. Elisangela Garcia disse:

    https://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR121457
    esse é um abaixo assinado que achei,

  14. Carlos Eduardo disse:

    So no nosso. O governo sempre dando um jeito para nos roubar que país é este o pobre sempre se lascando .Tem que ter um jeito não podemos ficar sempre no prejuízo que absurdo!!

Deixe uma resposta