Eletromobilidade

Ônibus 100% elétrico operado pela Wolff Tour transporta seleção brasileira de futebol em São Paulo

Veículo tem tecnologia BYD e carroceria Comil; Destaque são emissões zero e baixo nível de ruído

ADAMO BAZANI

Pela primeira vez na América Latina, a Seleção Brasileira de Futebol será transportada em um ônibus elétrico nesta quinta-feira, 11 de novembro de 2021.

O serviço é prestado pela Wolff Tour, empresa de turismo com sede na cidade de São Paulo, do grupo da Transwolff, atualmente a única companhia do sistema urbano da capital paulista a operar comercialmente ônibus 100% a bateria.

A seleção sai do Hotel às 18h para a Arena Corinthians, em Itaquera, na zona Leste, para o jogo contra a Colômbia pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 no Catar.

O ônibus é do padrão rodoviário semileito, com baterias, chassis e tecnologia da marca chinesa BYD, que tem planta na cidade de Campinas (SP), e carroceria Comil, modelo Campione Invictus 1200, com planta em Erechim (RS).

O diretor institucional e chefe da divisão de ônibus da BYD Brasil, Marcello Von Schneider, disse por meio de nota que neste tipo de veículo, as viagens ficam mais confortáveis, já que é silencioso e tem baixos índices de vibração.

“É a primeira vez que uma seleção brasileira é transportada por um ônibus elétrico na América Latina, um ônibus que oferece tecnologia limpa, sustentável, aumentando a qualidade de vida e preservação do meio ambiente. As viagens a bordo de um ônibus elétrico são silenciosas e com maior estabilidade e segurança. A BYD tem total expertise nesse segmento”

Na mesma nota, a Wolff Tour explicou que “foi buscar o que há de mais moderno no mercado e achou no ônibus da BYD, 100% elétrico, o veículo ideal” para este tipo de transporte.

O ônibus tem 12 metros de comprimento e é configurado com 42 poltronas semileito, para descanso das pernas.

A baterias podem ter até 350km de autonomia e o carregamento completo se dá em até três horas.

Saídas individuais de ar-condicionado e sanitário são alguns dos itens de destaque da carroceria.

Segundo a BYD e a Woff Tour, “o projeto foi concebido para o melhor aproveitamento possível dos espaços disponíveis entre o chassi e a carroceria”.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Jacoson disse:

    Esse carro não é o mesmo que tinha sido anunciado na orion? Depois de um mês a mesma pulou fora ? será que é uma cilada bino?

Deixe uma resposta