Volvo apresenta “ônibus por assinatura” para rodoviários. Elétrico urbano deve ser testado no Brasil em 2023

No Chile, avaliações dos elétricos começam neste ano e, na Colômbia, em 2022; No caso do arrendamento mercantil, empresário pode ao fim do contrato ficar ou não com ônibus

ADAMO BAZANI

A Volvo anunciou no início da tarde desta segunda-feira, 20 de setembro de 2021, a criação de um modelo de arrendamento mercantil para ônibus rodoviários pesados, como os chassis B420R+ e B450R+, recentemente lançados pela marca.

É uma espécie de “ônibus por assinatura” em contratos de 24 meses, 36 meses e 60 meses, firmados entre as empresas de transportes e a Volvo Financial Services.

Ao final do contrato, o empresário pode devolver o ônibus ou ficar com o veículo.

“Trata-se de um modelo de leasing operacional, que é muito parecido com uma oferta de locação/assinatura de veículos, que existe no mercado de automóveis”, disse o diretor comercial de ônibus da Volvo no Brasil Paulo Arabian, que ainda destacou que o modelo pode ser indicado para contratos de curta ou média duração, como fretamentos de três ou quatro anos.

“É uma modalidade com diferenciais bastante competitivos e que incorpora um pacote de serviços, como despachante e manutenção, por exemplo, que a Volvo já disponibiliza para caminhões, mas que é inédita para o segmento de ônibus rodoviários de passageiros, turismo e fretamento”, complementou o diretor comercial da Volvo Financial Services no Brasil, Valter Viapiana.

Após as avaliações do desempenho deste modelo de negócios para os rodoviários, a Volvo não descarta a possibilidade de lançar algo semelhante para os modelos urbanos, esperando uma modernização nos contratos de ônibus urbanos/metropolitanos.

ÔNIBUS ELÉTRICOS:

O presidente da Volvo Bus América Latina, Fabiano Todeschini, disse também que a marca deve começar a testar em 2023, no Brasil, um modelo de ônibus urbano elétrico específico para a América Latina.

Todeschini não adiantou os detalhes do veículo, mas o coletivo deve ter 100% de tração elétrica com baterias.

Ainda neste ano de 2021, devem ser iniciados os testes no Chile e, em 2022, na Colômbia.

A Volvo já atua com ônibus 100% elétricos na Europa e, no Brasil, oferece um modelo híbrido, com motor elétrico e à combustão.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta