Eletromobilidade

Carro-forte da Mercedes-Benz recebe primeiro ar-condicionado automotivo elétrico do mundo a energia solar

Equipamento 100% elétrico é ligado diretamente à bateria do veículo e aproveita a geração de energia proveniente de sistema fotovoltaico de produção de energia e do alternador. Foto: Divulgação.

Projeto foi desenvolvido pela startup Innovaklim

JESSICA MARQUES

Um carro-forte da Mercedes-Benz recebeu o primeiro ar-condicionado automotivo 100% elétrico do mundo com energia solar fotovoltaica. O projeto foi desenvolvido pela startup Innovaklim.

Apesar de ter sido aplicada inicialmente em um carro-forte, a solução tem potencial para ser utilizada em outros tipos de veículos. O equipamento é alimentado por energia solar fotovoltaica baseia-se em uma fonte de energia renovável e limpa, que utiliza a radiação solar para gerar eletricidade, não emitindo poluentes.

Entre as principais vantagens da nova tecnologia destaca-se a redução das emissões de carbono que giram em torno de 7% a 19%, conforme detalhado pela Mercedes-Benz. Além disso, o ar-condicionado elétrico economiza mais de 80% de combustível se comparado com o consumo de um mecânico.

FUNCIONAMENTO

Na prática, o ar-condicionado elétrico é ligado diretamente à bateria do veículo e aproveita a geração de energia proveniente de sistema fotovoltaico de produção de energia e do alternador do próprio carro.

A tecnologia utiliza o gás refrigerante 410a, que é considerado um dos mais ecológicos do mundo e não degrada a camada de ozônio por não possuir derivados de cloro em sua composição.

O equipamento também é silencioso e não aumenta os decibéis dentro do veículo que são produzidos pelo motor.

A instalação do ar-condicionado foi feita em um carro-forte montado sobre o chassi 915 E do portfólio da Mercedes-Benz. O veículo foi utilizado pelo Grupo Preserve, tradicional cliente do setor de transporte de valores e segurança de Olinda, Pernambuco.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta