São José dos Campos prossegue licitação para o sistema de ônibus urbanos: Itapemirim foi a única a participar

Foto: Rogério Marques /Ônibus Brasil

Sessão de abertura dos envelopes de documentação será realizada na próxima segunda-feira, 26 de julho

ALEXANDRE PELEGI

A Secretaria de Gestão Administrativa e Finanças da prefeitura de São José dos Campos, em São Paulo, divulgou no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, 23 de julho de 2021, a continuidade da Concorrência Pública Internacional destinada à operação dos transportes urbanos da cidade.

A sessão de abertura de envelopes da fase documentação será realizada no dia 26 de julho de 2021 às 09h00.

Como mostrou o Diário do Transporte, a Itapemirim foi a única licitante a entregar propostas no dia 07 de julho, data de início da concorrência internacional.

Para o lote 1, a empresa apresentou proposta de tarifa de remuneração de R$ 4,98. O lote inclui a operação dos ônibus elétricos no Corredor Verde. Para o lote 2, o valor ofertado foi de R$ 4,72

Pelas regras da concorrência, uma vez declarada vencedora, a Itapemirim só poderá escolher um dos lotes. A preferência da empresa foi pelo lote 01, conforme constou na proposta apresentada.

LOTE 01

O lote 1 abrange as regiões norte, oeste e sul; e abrigará o trecho sul do projeto Linha Verde (corredor de ônibus elétricos).

No caso da Linha Verde, os ônibus elétricos da 22 metros feitos pela BYD e Marcopolo, a concessionária do Lote 1 vai assumir os custos de operação, incluindo manutenção do material rodante e energia, quando o trecho Sul da Linha Verde estiver pronto para operação.

Porém, a infraestrutura e a compra destes ônibus, chamados pelo poder público de VLP (Veículos Leves sobre Pneus), são investimentos da prefeitura.

Valor do contrato do lote 01: R$ 993.359.672,00 (novecentos e noventa e três milhões, trezentos e cinquenta e nove mil, seiscentos e setenta e dois reais e zero centavos)

LOTE 02:

O lote 2 abrange as regiões leste e sudeste.

Valor do contrato do lote 2: R$ 861.061.437,00 (oitocentos e sessenta e um milhões, sessenta e um mil, quatrocentos e trinta e sete reais e zero centavos).

A Tarifa Técnica de Remuneração para o Lote 2 a ser proposta pela Concorrente deve ser inferior à Tarifa Técnica de Referência de R$ 4,94

Na tentativa de licitação anterior, realizada no dia 06 de maio de 2021, foi dada como deserta – nenhuma empresa ou consórcio apresentou proposta. Relembre:

Ninguém se interessa pelo novo sistema de ônibus de São José dos Campos (SP) e licitação dá deserta

OUTROS SERVIÇOS:

Além da concorrência para a operação do sistema de ônibus, São José dos Campos optou por licitar em separado outros serviços que compõem o sistema:

A primeira concorrência, para concessão do sistema de Bilhete Único, foi realizada no dia 22 de julho, e não houve interessados. Relembre:

Licitação do Bilhete Único de São José dos Campos não recebe nenhuma proposta

A prefeitura deve marcar uma nova data e estuda se fará ou não alterações no edital.

As outras concorrências são as seguintes:

 

Concorrência Pública Internacional 006/SGAF/2021, para concessão de serviços complementares à operação do sistema de transporte público coletivo do município consistentes em serviços de gestão financeira, controle de bilhetagem, fornecimento de Data Warehouse e Datalake, bem como fornecimento de hardware e software integrado para pagamento e fornecimento de WI-FI embarcado.

Sessão Pública para entrega de propostas: 09 de agosto de 2021 às 09h00.

 

Concorrência Pública Internacional 007/SGAF/2021, para fornecimento, instalação, customizações, suporte contínuo do serviço de gestão de dados, serviços associados para o transporte público coletivo do município.

Sessão Pública para entrega de propostas passou de 10 de agosto para 25 de agosto de 2021 às 09h00.

Os editais completos das licitações podem ser retirados através do site: http://www.sjc.sp.gov.br.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Fábio Albino disse:

    E de maneira estranha e perigosa a empresa Itapemirim ganhou a licitação já que por lei ela não poderia participar sendo que a mesma está com processo judicial. Mesmo sendo a única a se manifestar esta na cara que essa licitação é fraudulenta e que isso irá acarretar em problemas futuros.

Deixe uma resposta