Prefeitura abre crédito adicional de R$ 30 milhões para ampliação e requalificação de corredores de ônibus

LDO 2021 destinou R$ 83 milhões para a meta de requalificar 50 km de corredores ou faixas exclusivas

Crédito total é de R$ 347 milhões e provém de superávit financeiro apurado em balanço do exercício anterior

ALEXANDRE PELEGI

O Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, publicou decreto nesta quarta-feira, 21 de julho de 2021, com a finalidade de “possibilitar despesas inerentes às atividades da Secretaria Municipal de Educação, da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras”.

Para isso, a prefeitura abriu crédito adicional de R$ 347 milhões (R$ 346.992.298,08) suplementar a algumas dotações do orçamento.

No caso do transporte público, o valor vai reforçar a rubrica dedicada a “Obras e Instalações”, no valor de R$ 30 milhões (R$ 29.999.000,00), destinado a Ampliação, Reforma e Requalificação de Corredores de Ônibus.

Para cobrir o crédito adicional de R$ 347 milhões a prefeitura utilizará recursos provenientes do superávit financeiro de balanço do exercício anterior.

Como mostrou o Diário do Transporte, o então prefeito Bruno Covas sancionou em setembro do ano passado a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021 destinando R$ 83 milhões para a meta de requalificar 50 km de corredores ou faixas exclusivas de ônibus, incluindo manutenção de 50 paradas. Relembre:

Covas promulga LDO para o exercício de 2021 e destina R$ 83 milhões para 50 km de corredores ou faixas exclusivas de ônibus

 Veja o Decreto:              


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta