Transporte coletivo de São Pedro da Aldeia (RJ) com empresa atual está garantido por mais 30 dias

Decisão é da Justiça que ainda determinou multa em caso de descumprimento

WILLIAN MOREIRA/ADAMO BAZANI

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, no estado do Rio de Janeiro, obteve decisão liminar na justiça nesta quarta-feira, 7 de julho de 2021, garantindo a continuidade do atendimento pelo transporte coletivo para a população por mais 30 dias pela empresa atual.

A tutela de urgência impede que a empresa Auto Viação São Pedro paralise as operações sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil.

A justiça ainda determinou uma nova data para as partes buscarem um acordo e entendimento sobre a operação do transporte no município.

Este encontro será realizado de forma online na próxima semana, mediado pela 2ª Vara.

Em nota divulgada à imprensa, a prefeitura enfatizou que trabalha em conjunto com suas secretarias para encontrar soluções que viabilizem o funcionamento do transporte coletivo.

Leia abaixo a nota na íntegra.

“A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que a Justiça acatou parcialmente o pedido de tutela de urgência para o impedimento da paralisação das atividades da Auto Viação São Pedro. De acordo com a liminar, após a notificação, a empresa terá obrigação legal de manter a prestação de serviço à população aldeense por ao menos 30 dias.

A gestão municipal enfatiza que, em caso de descumprimento da medida, a decisão judicial determina o pagamento de multa de R$ 50 mil por dia. A Justiça definiu, ainda, nova data para tentativa de acordo entre as partes. O encontro será realizado de forma on-line na próxima semana e será mediado pelo Magistrado da 2ª Vara.

O governo destaca que trabalha em conjunto com o secretariado e com os representantes do Legislativo para definir soluções que viabilizem o transporte aos moradores.”

Como mostrou o Diário do Transporte, a empresa de ônibus anunciou que deixaria os serviços na próxima quinta-feira, 08 de julho de 2021.

A empresa, do Grupo Salineira, alegou que “vem sofrendo com uma concorrência desleal e predatória que tornou real, primeiramente, a necessidade de readequação de linhas e horários, com o objetivo de tornar possível, a continuação dos serviços prestados, priorizando a qualidade e a eficiência do transporte coletivo que atende às zonas rurais e urbanas da cidade”.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/07/02/viacao-sao-pedro-vai-encerrar-as-atividades-a-partir-de-quinta-08/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. carlos souza disse:

    Estatiza tudo pra sempre e acaba a mehrdhy@ e a enganação.E sob controle popular.Ou até extingue tudo. O mundo já acabou mesmo.Só crime,mentira,hipocrisia,corrupção…Ah:não se esqueça da pandemia.É o apocalipse ético e moral generalizado do Universo.

  2. carlos souza disse:

    No país do crime é assim.É só gambiarra.Essa gambiarra moral do Brasil jamais dará resultado que não seja mehrdhy@.

Deixe uma resposta