Câmara de Limeira (SP) aprova votação de subsídio de R$ 12 milhões para o transporte coletivo

Recursos visam equilibrar queda do número de passageiros devido à pandemia de Covid-19

ALEXANDRE PELEGI

Em sessão realizada na tarde desta segunda-feira, 05 de julho de 2021, a Câmara Municipal de Limeira, interior de São Paulo, aprovou o projeto da prefeitura que concede R$ 12 milhões de subsídio financeiro para o transporte urbano, operado pela empresa Sancetur em caráter emergencial.

O projeto (PL 195/2021) foi aprovado por 14 por votos a favor e seis votos contra.

Projeto anterior, que propunha subsídio de R$ 20 milhões, foi rejeitado pela Câmara no dia 17 de julho de 2021, o que levou a prefeitura a apresentar novo texto com novo valor e justificativa. Relembre:

Câmara de Limeira cancela votação de projeto que concede R$ 20 milhões de subsídio ao transporte coletivo

Na nova proposta, a prefeitura alega a necessidade de manutenção do sistema do transporte público diante dos impactos econômicos provocados pela pandemia de Covid-19.

No texto, o prefeito Mario Botion (PSD) justifica o subsídio diante da queda abrupta de passageiros na pandemia. Botion afirma que o repasse visa apenas a manutenção dos custos, “face à diferença existente entre o total arrecadado na bilhetagem e o total efetivamente gasto para a manutenção do sistema, sem que esteja presente qualquer lucro existente pela empresa“.

A Prefeitura de Limeira chegou a receber no início de junho um comunicado da Sancetur comunicando da possibilidade de suspensão do serviço de transporte coletivo na cidade. A paralisação seria uma consequência da falta de repasses adicionais ao serviço, conforme determina lei municipal voltada à situação de emergência pública decorrente da pandemia.

A Sancetur opera em Limeira desde novembro de 2019, ocasião em que assinou o primeiro contrato emergencial. Desde então, a empresa foi assumindo gradativamente as linhas até a saída completa da Viação Limeirense, empresa que detinha a concessão dos serviços.

No momento, enquanto a prefeitura ainda prepara processo licitatório, a Sancetur, que atua no município com o nome fantasia SOU Limeira, está no quarto contrato emergencial.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Paulo Evandro Sotolani disse:

    Bom dia
    Minha indignação é grande atenção financeira 32 milhões dada SOU Transportes pela 2x.
    Pra nós transporte escolar no máximo 1 cesta basica por mês caso tenha , se não fica sem .
    Sr. Prefeito e Vereadores , queremos o mesmo tratamento financeiro pra classe do transporte Escolar , ajuda real em dinheiro como fez pra Sou !!!!

  2. Edilene Rodrigues disse:

    Que legal a empresa sansetur tem o direito de mais 12 milhões e o transporte escolar da cidade falido cada dia é um perdendo sua van sua casa por que a prefeitura não faz nada pra ajudar deu uma cesta básica no começo da pandemia e mais nada . É triste saber que pessoas honestas trabalhadoras muitos tem anos dedicando suas vidas no transporte e não temos valor algum na cidade

Deixe uma resposta para Paulo Evandro Sotolani Cancelar resposta