Greve de ônibus em Presidente Prudente chega a sete dias nesta terça (22)

Trabalhadores pedem o pagamento de salários atrasados referente ao mês de maio

ADAMO BAZANI

Entrou no sétimo dia, nesta terça-feira, 22 de junho de 2021, a greve de funcionários do transporte de Presidente Prudente, no interior de São Paulo.

Os trabalhadores pedem o pagamento de salários atrasados referente ao mês de maio, mas a empresa Pruden Express (Prudente Urbano) diz que ainda não conseguiu os recursos e alega ter sido prejudicada pela queda de demanda em razão da crise econômica gerada pela pandemia de covid-19 e prolongada pelo ritmo lento de vacinação em todo o País.

O prefeito de Presidente Prudente, Ed Thomas (PSB), chegou a classificar a situação como vergonhosa e disse que o problema não seria de hoje. Ed Thomas não descartou a possibilidade de romper contrato com a empresa de ônibus.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Terrestre de Presidente Prudente e Região (Sintrattepp), 50% da frota circulam nos horários de pico da manhã e da tarde e, nas demais faixas horárias, são 35% em operação.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta