Rio abre nova licitação para estudo e soluções de pavimentação do BRT Transoeste

Asfalto malconservado leva à degradação precoce da frota de articulados

Primeira Tomada de preços lançada este ano foi declarada fracassada. Problemas no asfalto têm reduzido vida útil da frota, e aumentado o custo de manutenção

ALEXANDRE PELEGI/ADAMO BAZANI

Asfalto que não aguenta o peso dos ônibus articulados, buracos na pista, frota desgastada e com alto índice de quebra, chegando a atingir 66%…

Esta é a realidade do sistema BRT do Rio de Janeiro não é de hoje, principalmente a do corredor Transoeste.

A prefeitura do Rio, que lançou um Plano de Ação para recuperação do sistema de ônibus rápidos, abriu uma Licitação no modo menor preço para contratar uma empresa que faça um estudo, diagnóstico e elabore soluções para reabilitar a pavimentação do Corredor BRT/Transoeste.

A primeira tentativa, publicada sob número TP 001/2021, foi declarada fracassada. A nova licitação, anunciada na edição desta segunda-feira, 21 de junho de 2021, traz novo número: TP 003/2021.

O prazo é de 180 dias e o valor estimado é de R$ 3.059.141,30. Vence a licitante que apresentar o menor valor.

Com 56 km de pista, o Transoeste, segundo levantamento da prefeitura no início do ano, tinha em média um buraco a cada 160 metros (total de 400 crateras).

Em nota ainda em janeiro de 2020, a concessionária do BRT Rio dava dimensões aos impactos causados pelo asfalto malconservado, que levavam à degradação precoce da frota. Veículos que deveriam durar 20 anos, duram apenas 5 no Rio de Janeiro.

“Buracos, desníveis, depressões afetam diretamente a operação do BRT, causando riscos de acidentes, redução da velocidade operacional, o aumento dos custos de manutenção dos veículos – que tem levado empresas à falência – e a destruição da frota, gerando inclusive superlotação em horários de pico”, dizia a nota.

A sessão de abertura da licitação será no dia 05 de julho de 2021 às 10:30h.

Já as próximas reuniões temáticas para tomada de preços foram marcadas para os dias 24 e 30 de junho.

Veja a publicação no D.O. do Rio de Janeiro:


Adamo Bazani e Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta