Após dez horas, circulação de trens é normalizada na SuperVia

No horário de pico da manhã o deslocamento das pessoas em direção à Central do Brasil foi prejudicado. Foto: Divulgação / Agetransp.

Uma ocorrência técnica chegou a interromper a circulação dos trens no ramal Saracuruna e extensões operacionais

WILLIAN MOREIRA

Após pouco mais de dez horas, a circulação dos trens da SuperVia foi normalizada no ramal de Saracuruna, nesta segunda-feira, 21 de junho de 2021.

Desde o final da madrugada, o atendimento aos passageiros neste ramal era realizado com alterações, incluindo os trens em direção à Central do Brasil e as extensões operacionais de Guapimirim e Vila Inhomirim.

Por um período de duas horas, a circulação em todo este ramal ficou paralisada. Em seguida, a operação foi realizada com intervalos irregulares.

De acordo com a concessionária, uma ocorrência com um trem nas proximidades da estação Vigário Geral provocou a interrupção da operação.

Por volta das 8h, a passagem das composições pelo trecho foi retomada, em paralelo com os trabalhos de manutenção das equipes técnicas da empresa até as 16h, quando foi informada a normalização do atendimento.

A Agetransp informou que está apurando as causas da avaria do trem que trouxe transtornos aos passageiros.

Leia abaixo a nota, na íntegra:

“A Agetransp vai abrir boletim de ocorrência para apurar as circunstâncias da avaria de um trem, na altura de Vigário Geral, por volta das 5h desta segunda-feira (21), que causou danos à rede aérea e provocou a suspensão temporária da circulação de trens no ramal Saracuruna.

Houve desembarque de passageiros na via. Além das causas da ocorrência, será avaliada a adequação do atendimento prestado aos usuários pela SuperVia. As extensões Vila Inhomirim e Guapimirm também tiveram a circulação suspensa temporariamente.”

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta