Prefeitura de Fortaleza concederá R$ 32 milhões em subsídio ao transporte coletivo

Foto: David Candéa/Ônibus Brasil

Com este repasse o valor da tarifa será alterada sem mudanças até dezembro deste ano

WILLIAN MOREIRA

O Prefeito de Fortaleza, José Sarto, sancionou na última sexta-feira, 11 de junho de 2021, uma lei que mantém sem reajustes o valor da tarifa do transporte coletivo urbano da cidade até dezembro ano.

Para não aumentar a passagem, o Poder Público vai repassar para o setor R $ 32 milhões em forma de subsídio às empresas, garantindo o equilíbrio econômico do transporte.

Desta maneira a tarifa cobrada continuará a ser de R $ 3,60 a inteira e R $ 1,60 a tarifa estudantil.

Este repasse financeiro é fruto de uma ação conjunta da prefeitura e do governo do estado do Ceará em que o valor total de R $ 32 milhões foi dividido em R $ 16 milhões por cada parte.

Com o subsídio, vamos preservar o valor da passagem de ônibus em Fortaleza. Numa parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado, faremos repasse mensal de R$ 4 milhões ao setor para evitar esse aumento de gastos aos fortalezenses. Essa é mais uma medida que tem o objetivo de minimizar os duros efeitos dessa pandemia”, afirmou o prefeito Sarto, em nota divulgada para a imprensa.

Outra medida comunicada pela prefeitura foi a manutenção do reforço na frota dos ônibus em circulação por mais 30 dias, o que representa 200 veículos a mais rodando nos horários de maior demanda.

Veja abaixo as modalidades de tarifa do transporte de Fortaleza:

– Inteira: R $ 3,60;
– Tarifa Estudantil: R $ 1,60;
– Hora Social (segunda a sexta, das 9h às 11h e das 14h às 16h): R $ 3,00 (inteira) e R $ 1,30 (tarifa estudantil);
– Tarifa Social (domingos, 13 de abril, 31 de dezembro e 01 de janeiro): R $ 3,00 (inteira) e R $ 1,30 (tarifa estudantil);
– Linha Central: R $ 0,50 (inteira) e R $ 0,25 (tarifa estudantil).

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta