Operação do transporte coletivo em Fortaleza ocorre apesar de greve

Terminais de ônibus de Parangaba e Papicu funcionam sem alterações

WILLIAN MOREIRA

A paralisação parcial dos trabalhadores do transporte coletivo em Fortaleza entra no segundo dia nesta quarta-feira, 09 de junho de 2021, mas sem registro de alterações significativas no atendimento à população.

O movimento grevista vem atendendo à determinação do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) em ter pelo menos 70% da frota total nas ruas, evitando maiores transtornos aos passageiros.

Os terminais de Parangaba e Papicu operam normalmente, sem incidentes com o registrado nessa terça (8) quando três coletivos tiveram as chaves furtadas.

A categoria protesta pedindo um reajuste nos salários e a inclusão dos rodoviários em um grupo prioritário para receber a vacina contra a covid-19.

O TRT para evitar o descumprimento da frota mínima de veículos em operação, definiu multa no valor de R$ 30 mil em medida assinada pelo desembargador, Paulo Régis Machado Botelho, que entendeu que a greve integral gerar aglomerações no transporte em um período de maiores cuidados na pandemia do coronavírus.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta