TUPi (Trans Acreana), em Piracicaba, começa a receber 38 novos ônibus nas cores azul e branco

Ônibus azul e branco farão as linhas troncais e terão tomada USB e Wi Fi. Foto: prefeitura de Piracicaba

Diferentes do padrão da empresa, laranja e amarelo, novos veículos atenderão as linhas troncais, e fazem parte da renovação da frota do transporte coletivo

ALEXANDRE PELEGI

A empresa TUPi (Trans Acreana), que opera o transporte coletivo de Piracicaba, em São Paulo, por contrato emergencial, começa a receber a partir da próxima semana, 38 novos ônibus (e não ônibus novos) que passarão a atuar nas linhas troncais.

Os veículos, fabricados a partir de 2015, comporão a frota da empresa de forma gradual, e o detalhe é que trazem cores diferentes das conhecidas cores padrão da empresa, laranja e amarelo.

Pintados de azul e branco, o primeiro dos 38 novos ônibus (inéditos no sistema) começará a operar pela linha 444-Sônia-Centro.

As linhas troncais ligam os terminais dos bairros – Vila Sônia, Piracicamirim, Pauliceia, São Jorge e Eldorado/Cecap – ao Terminal Central de Integração (TCI).

Esses novos ônibus diferenciados terão tomadas USB para carregamento de aparelho celular e acesso sistema de WiFi gratuito.

O secretário da Semuttran, José Vicente Caixeta Filho, ressaltou que além desses novos ônibus, a TUPi já iniciou a renovação de sua frota desde o início do novo contrato emergencial firmado no dia 12 de maio de 2021. Até agora 30 ônibus, nas cores laranja e amarelo, marca Volvo modelo 2014, já operam na cidade. Relembre:

Piracicaba assina novo contrato emergencial do transporte com a TUPi (Trans Acreana)

TUPi renovou a frota com 30 novos ônibus marca Volvo modelo 2014

Além dos veículos Volvo, entraram ainda em operação outros oito ônibus laranja e amarelo da Mercedes Benz modelo 2015. Caixeta ressalta que isso totaliza uma substituição de 76 ônibus, “ou seja, mais de 50% da frota“.

TUPi adquiriu ainda oito ônibus laranja e amarelo da Mercedes Benz modelo 2015

A frota do transporte público de Piracicaba é composta por 147 ônibus e conta com seis terminais urbanos de integração, sendo um terminal central e cinco terminais de bairro.

O Departamento de Transportes Públicos da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, Trânsito e Transportes (Semuttran) acompanha a finalização das adequações técnicas nos veículos que irão proporcionar aos usuários do transporte coletivo mais conforto, segurança e tecnologia durante as viagens.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Ismael Junior disse:

    Vish. Que custa pintar e deixar bonitinho igual aos outros carros que já operam na cidade? Bom, do ponto de vista financeiro e operacional sim, custa dinheiro. Mas pelo menos não daria tão na cara que se tratam de carros usados…

  2. flavia darcisa de Oliveira disse:

    O importante é voltar as linhas que foram tiradas no início da pandemia (não sei pq), que acabou sobrecarregando outras…como a linha de artemis.
    Quase 1hora e meia para vir no centro aos sábados e a linha sonia super lotada…

Deixe uma resposta