Manaus (AM) libera viaduto do Manoa para o tráfego de veículos

Ônibus circulam pelo local desde a noite desta segunda (31). Foto: Ruan Souza / Semcom.

Prefeitura realizou testes com veículos do transporte coletivo no local antes da liberação

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Manaus, no Amazonas, liberou o tráfego no complexo viário Professora Isabel Victoria, situado no acesso ao conjunto Manoa, na Avenida Max Teixeira, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.

A liberação foi realizada após a realização de testes com veículos do transporte coletivo para garantir a segurança da pista, inclusive com articulados. Assim, desde a noite desta segunda-feira, 31 de maio de 2021, o tráfego está liberado, inclusive para os ônibus.

Segundo a Prefeitura, o complexo viário “foi inaugurado às pressas no último dia da gestão do ex-prefeito Arthur Virgílio Neto, em 31 de dezembro de 2020, e foi interditado no dia seguinte, por uma série de falhas identificadas na construção, que ofereciam risco à segurança dos usuários”.

Por determinação do prefeito David Almeida, a obra que custou R$ 48 milhões só foi entregue após a execução de todas as adequações apontadas por laudo técnico, elaborado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-AM).

Em nota, a Prefeitura reforçou que o estudo foi feito sem nenhum novo custo para os cofres públicos e com a fiscalização da Comissão Interinstitucional de Apuração de Obras em Conclusão.

“Dentre as exigências do laudo que foram atendidas, o consórcio alinhou as rampas de acesso dos dois lados do viaduto, com a correção de 9% de inclinação, a partir do eixo da pista, a contar da junta de dilatação do trecho onde termina o aterro e inicia a pista suspensa, sinalizações horizontais, verticais e a implantação dos delimitadores de pista em concreto armado, devolvendo a trafegabilidade total com a devida segurança para todos”, detalhou a Prefeitura, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta