Ônibus articulados de Manaus (AM) mudam de itinerário no centro

Mudança está em vigor desde o início da tarde. Foto: Divulgação / IMMU.

Motivo é a cheia do Rio Negro, que impede a passagem dos veículos de piso baixo

JESSICA MARQUES

Os ônibus de Manaus, no Amazonas, mudaram de itinerário no centro da cidade. As mudanças entraram em vigor na tarde desta quinta-feira, 27 de maio de 2021.

O motivo é a cheia do Rio Negro, que impede a passagem dos veículos de piso baixo. As alterações são nas linhas de ônibus 300, 356, 448, 500, 560, 640 e 650, que deixam de atender o Terminal da Matriz e passam a dobrar à esquerda na Avenida Sete de Setembro, por onde seguem até a Avenida Getúlio Vargas, para, em seguida, cumprir o itinerário normal.

“A mudança, determinada pela Prefeitura de Manaus, foi necessária devido à subida no nível das águas do Rio Negro, no trecho da Avenida Floriano Peixoto, o que impossibilita o trânsito dos veículos, principalmente pelo fato desses veículos articulados maiores terem piso mais baixo que os ônibus convencionais”, justificou a Prefeitura, em nota.

Assim, usuários de transporte que embarcavam nessas linhas no Terminal da Matriz passam a ter como opções de embarque uma parada de ônibus instalada atrás da Igreja Matriz, na Avenida Sete de Setembro, e outra na Sete de Setembro, próximo à Praça da Polícia

“Fiscais de transporte do IMMU (Instituto Municipal de Mobilidade Urbana) estão nas imediações para orientar usuários do transporte coletivo sobre as alterações no fluxo de ônibus no centro comercial da capital. Para atender toda a demanda, o IMMU montou um esquema operacional para que os coletivos possam circular na área central sem prejudicar os usuários”, informou também a Prefeitura.

Nesta semana, outras linhas chegaram a ser alteradas.

Relembre:

Manaus (AM) altera circulação de linha de ônibus no centro

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta