Mauro Ricardo, que esteve à frente de projeto para o fim da EMTU e da concessão das linhas 8 e 9, deixa Governo Doria

Gestão ainda vai anunciar novo secretário de Orçamento

ADAMO BAZANI

A gestão João Doria anunciou de forma oficial por meio de nota no início da tarde desta sexta-feira, 21 de maio de 2021, a saída de Mauro Ricardo.

O até hoje secretário de Projetos, Orçamento e Gestão, segundo nota do Governo do Estado, esteve à frente de ações que impactaram ou vão impactar os transportes em São Paulo, como a elaboração da lei que autoriza o fim da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), que gerencia os ônibus intermunicipais metropolitanos, e a concessão para a iniciativa privada das linhas 8 e 9 da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

Na nota, o governo do Estado diz que Mauro Ricardo partirá para outros desafios profissionais, mas bastidores políticos dão conta que sua atuação não estava mais compatível com alas dentro da gestão Doria

Veja a nota na íntegra:

O secretário de Projetos, Orçamento e Gestão, Mauro Ricardo, deixa o Governo de São Paulo após concluir um período dedicado ao ajuste fiscal das contas estaduais, à reforma administrativa, ao Programa de Desestatização e à estruturação do Programa de Metas 2020/22. Ele agora segue para novos desafios profissionais. Graças ao seu trabalho, São Paulo, mesmo com uma queda brutal na arrecadação de impostos, consegue realizar investimentos em ações sociais e obras públicas, que são essenciais para a retomada da economia neste momento tão grave da pandemia, e ainda manter o pagamento dos seus funcionários e de fornecedores rigorosamente em dia.
A atuação de Mauro Ricardo permitiu o início do processo de extinção de 5 estatais – CDHU, EMTU, Sucen, Daesp e a Fundação Parque Zoológico – e a realização de diversas concessões: linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda da CPTM; Usina São Paulo; Zoológico de São Paulo, Zoo Safári e Jardim Botânico; e Caminhos do Mar. Com isso, o estado soma um total de R$ 20 bilhões de investimentos em todo o estado no orçamento deste ano.

Um novo nome ainda vai ser anunciado.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta