Troca de piso da Estação Barra Funda da CPTM vai custar R$ 12,9 milhões

Imagem Arquivo

Estatal publicou neste sábado extrato de contrato que terá duração de 12 meses

ADAMO BAZANI

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) publicou neste sábado, 15 de maio de 2021, o extrato do contrato para a troca do piso da estação Barra Funda.

A obra vai custar R$ 12,9 milhões (R$ 12.923.973,70) e o contrato foi assinado com a empresa Épura Engenharia e Construções Limitada.

O prazo do contrato é de 12 meses e a assinatura ocorreu em 13 de maio de 2021.

Com a obra, serão trocadas as placas de borracha que formam o piso, que se desgastam mais facilmente.

No lugar serão colocadas placas de granito de padrão claro (cinza andorinha), de maior durabilidade e segurança. Serão quase 30 mil metros quadrados, com as demarcações para as pessoas com deficiência visual, as chamadas rotas táteis.

O Diário do Transporte anunciou a licitação em outubro do ano passado.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/10/14/cptm-abre-licitacao-de-primeira-obra-para-revitalizacao-da-estacao-barra-funda-palmeiras/

Esse piso já é utilizado em estações do Metrô de SP, inclusive na própria estação Palmeiras-Barra Funda na parte de responsabilidade da Companhia metroviária.

Os serviços serão executados com a estação em funcionamento, sem a interrupção dos serviços.

Na área de responsabilidade da CPTM, a estação, inserida no terminal intermodal, possui 10 plataformas de embarque/desembarque, mezanino e salas operacionais.

O movimento diário é de 170 mil passageiros, um dos mais relevantes do sistema da CPTM.

A Estação possui dois acessos, um pela Avenida Auro Soares de Moura Andrade, e outro pela Rua da Várzea.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta