Diário no Sul

Transporte coletivo de Ponta Grossa (PR) volta a circular com metade da frota

Caso o pagamento de abril não acontecer até sexta, nova greve será iniciada. Foto: Adryan Fernando Muller/Ônibus Brasil.

Empresa efetuou o pagamento de parte dos salários atrasados nesta quarta (12)

WILLIAN MOREIRA

Os passageiros que utilizam o transporte coletivo na cidade paranaense de Ponta Grossa, voltaram a contar com 50% da frota em atendimento no município nesta quinta-feira, 13 de maio de 2021.

O aumento de veículos nas ruas acontece um dia após a VCG (Viação Campos Gerais) efetuar o pagamento de parte dos salários atrasados aos seus funcionários, valor referente ao mês de março, deixando abril ainda em aberto.

A paralisação geral dos serviços foi por conta da decisão da Justiça, que na quinta-feira (6) indeferiu o pedido de liberação dos recursos da VCG para quitar os salários atrasados, motivo principal do protesto.

A VCG conseguiu realizar parte da quitação de suas pendências trabalhistas mediante um desbloqueio do dinheiro que estava judicialmente bloqueado, sendo suficiente para pagar 1.100 trabalhadores.

Em audiência, foi firmado um acordo onde a Campos Gerais e Prefeitura de Ponta Grossa ficam de certa forma responsáveis pelo pagamento do mês de abril, já que o município realizará um repasse em dinheiro e este recurso será usado para quitar os salários.

Entretanto, o Sintropas afirmou que em caso o pagamento ainda em aberto não ser feito até a próxima sexta (14), na segunda-feira, 17 de maio, a greve será retomada com todos os ônibus sem circular.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta