Salvador amanhece sem ônibus do transporte coletivo nesta segunda (19)

Ônibus devem voltar a circular depois das 8h. Foto: Itamar dos Santos / Ônibus Brasil

Movimento de protesto reivindica verbas rescisórias dos rodoviários demitidos da Concessionária Salvador Norte (CSN). Ônibus voltaram a circular após as 8h 

ALEXANDRE PELEGI

Salvador, capital da Bahia, amanheceu sem ônibus nesta segunda-feira, 19 de abril de 2021.

Como noticiou o Diário do Transporte, os rodoviários decidiram não circular com os veículos do sistema de transporte coletivo das 4h às 8h nesta segunda.

A operação foi suspensa como protesto, organizado pelo Sindicato dos Rodoviários. Os coletivos voltaram a circulas por volta das 8h, como previsto.

Na sexta (16), os trabalhadores do sistema de transportes de Salvador também realizaram um protesto e bloquearam vias na região da Lapa.

A reivindicação da categoria é para que os cerca de mil trabalhadores que assinaram contratos com as empresas de ônibus passem a atuar. As viações dizem que no momento não há condições de colocar esta mão de obra em operação.

Além disso, os rodoviários reclamam o pagamento das verbas rescisórias dos trabalhadores que atuavam na Concessionária Salvador Norte (CSN), e pedem ainda serem incluídos como prioritários na vacinação contra a Covid-19.

A Semob (Secretaria de Mobilidade) da capital, tão logo a greve foi divulgada, informou a montagem de um esquema de transporte complementar durante a paralisação.

Assim, ônibus do STEC (Subsistema de Transporte Complementar), ou “amarelinhos”, vão atender os principais corredores do transporte coletivo.

Segundo a Prefeitura, 207 ônibus amarelinhos vão operar nas linhas de maior fluxo. Destes, 53 vão atender linhas do Subúrbio, 93 estarão linhas do Miolo e 61 na região da Orla.

Confira as linhas do STEC:

Base Naval x Pituba;

Base Naval x Campo Grande/Barra;

Base Naval x Ribeira;

Paripe x Pituba;

Pirajá/RV x Pituba;

Conj. Pirajá 1 x Eng. Velho da Federação;

Boca da Mata x Pituba;

Cajazeiras 11 x Pituba;

Fazenda Grande 4 x Pituba;

Brasilgás/Cabula x Pituba;

Cajazeiras 11 x Barra;

Nova Brasília x Barra;

IAPI x Pituba;

Brasilgás/Sussuarana x Barra;

Lapa x Chame Chame;

Lapa x Barra Avenida;

Lapa x Garibaldi/Rio Vermelho/Pituba;

Como reforço, a Semob prometeu atenção especial às proximidades das estações de transbordo, com destaque para as que fazem integração com outros modais.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta