Divinópolis (MG) determina escalonamento das atividades econômicas e altera funcionamento do transporte coletivo

Foto: Igor Policarpo/Ônibus Brasil

Capacidade dos ônibus passa a ser limitada a dez passageiros em pé por viagem

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura da cidade mineira de Divinópolis divulgou nessa sexta-feira, 16 de abril de 2021, uma nota pública que tem como objetivo explicar as medidas de escalonamento de trabalho dos setores econômicos e assim evitar aglomerações no transporte público.

Para os ônibus do transporte público foi fixado um limite de 10 passageiros em pé e a capacidade máxima de sentados. Além disto, os profissionais de saúde devidamente identificados, idosos e pessoas com deficiência, têm o embarque prioritário.

O município segue as determinações para as cidade inclusas na Onda Roxa do Plano Minas Consciente conforme Decreto Estadual nº 14.298/21.

Segundo a nota explicativa, veja abaixo as regras do escalonamento para cada setor.

SERVIÇOS HOSPITALARES:
• todos os atendimentos desses serviços seguem sua rotina e horários normais, em conformidade com as respectivas gestões.

UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE:
• os atendimentos das unidades básicas de saúde (Postos Municipais de Saúde) preservarão atendimento e horário de funcionamento normais.
• recomendamos à população que só compareça às unidades de saúde em casos de extrema necessidade e, se possível, de forma individual.

FARMÁCIAS:
• Farmácias Municipais: todas as unidades com funcionamento de 7h as 16h30, mediante prévio agendamento pelo telefone (37) 3222 9170
• Farmácias particulares terão funcionamento normal, nos termos do Plano Minas Consciente.

VACINAÇÃO COVID-19:
• Permanece normalmente, preferencialmente pelo drive thru.
• Sistema drive thru, no Centro Administrativo Municipal (Bairro São José) e na sede Campestre do Divinopolis Clube, mediante prévio cadastramento no site.
• Acamados podem ser vacinados em casa, mediante agendamento pelo telefone 3229.6870.

CONSELHO TUTELAR: atendimento de 7hs as 17hs, por agendamento.

PROCON E CENTRO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO – CAC:
CENTRO ADMINISTRATIVO MUNICIPAL (SEDE DA PREFEITURA):
• atendimento ao público de 12h as 18h.

INSTITUIÇÕES RELIGIOSAS: Devem observar:
• distanciamento de 3 metros entre as pessoas;
• agendamento prévio por telefone, site ou outro meio remoto;
• cerimônias com duração máxima de 40 minutos;
• atender aos protocolos estabelecidos pela Vigilância Sanitária;

INDÚSTRIAS, CONSTRUÇÃO CIVIL E COMÉRCIO DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO, OFICINAS MECÂNICAS, AUTOPEÇAS, CONCESSIONÁRIAS E REVENDEDORAS DE VEÍCULOS, COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL DE LIMPEZA

• devem respeitar o horário de de 7h às 16hs, de segunda a sexta-feira, e de de 7h as 11h aos sábados;
• deve-se fazer escala no inicio e término dos trabalhos, evitando aglomerações, usando preferencialmente transporte privado da empresa para locomoção dos funcionários;
• não se aplica o limite de horários às indústrias que funcionem de forma ininterrupta, sob sistema de turnos.

INDUSTRIAS DE CONFECÇÕES:

• podem funcionar no horário de 8h as 17h, de segunda a sexta-feira, e de 8h as 12h aos sábados;
• devem seguir os protocolos estabelecidos pela Vigilância Sanitária.

HIPERMERCADOS, SUPERMERCADOS, MERCADOS, AÇOUGUES, PEIXARIAS, HORTIFRUTIGRANJEIROS, PADARIAS, QUITANDAS, CENTROS DE ABASTECIMENTO DE ALIMENTOS, LOJAS DE CONVENIÊNCIA, COMÉRCIO DE ÁGUA MINERAL E DE ALIMENTOS PARA ANIMAIS

• funcionamento de 7h as 20h.

LANCHONETES:

• delivery 24h e retirada até 20h, respeitando a quantidade estabelecida de bebidas alcoólicas

ATIVIDADES COMERCIAIS “NÃO SUSPENSAS DE FUNCIONAR”
(nos termos do art. 3º, parágrafo único, inciso II , da Deliberação nº 130 do Comitê Extraordinário COVID-19):
• podem funcionar mediante “entrega de mercadorias em domicílio ou de retirada em balcão, vedado o consumo no próprio estabelecimento”; horário de 10h as 18h de segunda a sexta-feira e de 8h as 13h aos sábados.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta