Natal (RN) apresenta proposta para zerar alíquota de ISS para o setor de transporte

Já foi aprovada a redução de 50% do imposto, mas o sistema funciona com um desequilíbrio financeiro, e as empresas alegam não ter como aumentar a frota sem ter a contrapartida financeira para tanto. Foto: Alex Régis / Secom.

Reunião de conciliação foi realizada na 6ª Vara da Fazenda Pública

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Natal, no Rio Grande do Norte, apresentou uma proposta para zerar a alíquota de ISS (Imposto Sobre Serviços) para o setor de transporte. O projeto já está pronto e será enviado para a Câmara Municipal nos próximos dias.

O tema foi abordado durante uma reunião de conciliação realizada nesta quinta-feira, 15 de abril de 2021, pelo juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública, Francisco Seráphico da Nóbrega Coutinho, para tratar sobre o sistema de transporte público da cidade.

Em nota, a Prefeitura ressaltou que já foi aprovada a redução de 50% do imposto, mas o sistema funciona com um desequilíbrio financeiro e as empresas alegam não ter como aumentar a frota sem ter a contrapartida financeira para tanto.

A reunião foi realizada com o objetivo de encontrar um meio para garantir que 100% da frota do transporte coletivo esteja em operação na cidade.

Relembre:

Justiça agenda nova audiência de conciliação para volta de 100% da frota de ônibus em Natal

DETALHES DA PROPOSTA

A proposta apresentada pelo município é para que, além da redução do ISS, o Governo do Estado, que também já reduziu pela metade o ICMS sobre o diesel usado pelas empresas de transporte, isente totalmente o imposto para esse tipo de serviço, como uma contrapartida a necessidade de reduzir a lotação dos ônibus e ao mesmo tempo tentar reduzir o desequilíbrio do sistema.

O município também apresentou a proposta de um reforço no número de viagens nos horários de pico do transporte e da disponibilização de um portal com todas as informações sobre o comportamento da lotação de cada linha de ônibus. No encontro ficou acordado um prazo de cinco dias para a produção dessa Nota Técnica com a proposta do município a partir da qual poderá ser tentada uma nova audiência de conciliação.

A reunião conduzida pelo juiz Francisco Seráphico da Nóbrega contou com a participação do prefeito de Natal, Álvaro Dias, procurador-geral do Município, Fernando Benevides, Secretário Municipal de Mobilidade Urbana, Paulo César Medeiros, técnicos da STTU, representante do Ministério Público Estadual, Defensoria Pública do Estado, Seturn e Sitoparn.

MONITORAMENTO

Além da proposta de zerar a alíquota do ISS para o setor, o município informou que vai implementar ainda um painel de monitoramento que indicará a capacidade de cada viagem/frota para identificar se há ou não a necessidade do reforço nos horários de pico, com o objetivo de diminuir as aglomerações nos veículos.

“Estamos em um momento crítico, enfrentando muitas dificuldades e uma pandemia avassaladora que está comprometendo muito nossas receitas. É preciso existir uma solidariedade entre os entes para pagar essa conta de forma conjunta e melhorar a oferta do serviço à população. Estamos nos comprometendo a zerar o ISS e esperamos que o Governo do Estado faça o mesmo em relação ao ICMS. Essa medida, inclusive, vai ajudar também aos municípios da região metropolitana e cidades maiores como Mossoró. A Prefeitura de Natal tem todo interesse em resolver essa questão, já deu claras demonstrações disso e espera que as nossas propostas sejam acatadas”, disse o prefeito Álvaro Dias, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta