TI Cabo, no Grande Recife, passa a operar com integração temporal a partir de sábado (10)

Na prática, a integração temporal acontece entre os ônibus das linhas que alimentam o terminal. Foto: Divulgação.

Com a mudança, acesso aos coletivos será pela porta da frente do veículo, por meio do cartão VEM

JESSICA MARQUES

O TI Cabo, no Grande Recife, passa a operar com integração temporal a partir deste sábado, 10 de abril de 2021.

A informação foi divulgada pelo Grande Recife Consórcio. Assim, o acesso aos coletivos será pela porta da frente do veículo, por meio do cartão VEM. Basta o passageiro registrar o cartão no validador e girar a catraca.

Na prática, a integração temporal acontece entre os ônibus das linhas que alimentam o terminal. Desta maneira, o transbordo entre essas linhas deve ocorrer em até duas horas, por sentido da viagem, sem a cobrança de uma nova tarifa para que o usuário chegue ao seu destino final.

“Caso ocorram eventuais descontos de nova tarifa antes do tempo de duas horas, o usuário será ressarcido. Se isso acontecer, o passageiro deve entrar em contato com a Urbana-PE, que é o órgão responsável pelo sistema de bilhetagem eletrônica, através do telefone 3125.7858. É preciso informar o dia, horário do fato e número do cartão VEM para checagem dos dados. Confirmada a cobrança indevida, o valor do desconto será creditado no cartão VEM do usuário”, orientou o Grande Recife Consórcio, em nota.

Dos 26 terminais integrados da Região Metropolitana, quinze funcionam no sistema de integração temporal: Cavaleiro, Largo da Paz, Recife, Santa Luzia, Getúlio Vargas, Cosme e Damião, Prazeres, TIP, Xambá, Afogados, Jaboatão, Cajueiro Seco, Tancredo Neves, CDU e Cabo.

DISTRIBUIÇÃO DO VEM

A integração temporal só acontece por meio do cartão VEM em todas as suas modalidades (Comum, Trabalhador e Estudante). Por isso, o VEM Comum já está sendo distribuído, gratuitamente, no TI Cabo, segundo o Grande Recife Consórcio.

“Se você ainda não possui um, basta procurar a equipe presente no terminal e fazer o cadastro gratuito. Apresente documento oficial com foto que comprove CPF e nome da mãe. Após o cadastro, o usuário recebe o cartão. A recarga pode ser feita a qualquer tempo, inclusive no mesmo momento do cadastro sem o pagamento de taxa, desde que o carregamento seja realizado nas máquinas de POS”, orientou.

Em caso de dúvidas ou para enviar sugestões e reclamações, o usuário pode entrar em contato via Central de Atendimento ao Cliente (0800 081 0158) ou pelo WhatsApp (99488.3999), exclusivo para reclamações.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta