Ônibus em São José dos Campos param em protesto por vacina em trabalhadores dos transportes

Ônibus em São José dos Campos (foto ilustrativa)

Paralisação é momentânea. Trabalhadores temem risco de contágio

ADAMO BAZANI

Motoristas e demais funcionários do sistema de transportes de São José dos Campos, no interior paulista, realizaram na manhã desta quarta-feira, 31 de março de 2021, um protesto paralisando parte das linhas.

Os profissionais pedem a definição de um cronograma de vacinação para motoristas, cobradores e outros funcionários que lidam com o público no sistema de ônibus.

O protesto teve início por volta de 09h.

Em diversas regiões do País, profissionais dos transportes pedem a inclusão nas prioridades da vacinação por alegarem risco alto de contágio pela covid-19 pela exposição a um grande número de pessoas.

Como mostrou o Diário do Transporte, o Ministério da Saúde calcula a existência de 751,5 mil (751.768) pessoas a serem vacinadas somente no sistemas de transportes, sendo  678,2 mil (678.264) funcionários de sistemas de ônibus e vans e 73,5 mil (73.504) metroviários e ferroviários.

Na lista de prioridades, os trabalhadores em transportes ocupam a posição 23 (ônibus) e 24 (trens e metro) de um total de 29 posições.

Ainda não há datas para a vacinação destes profissionais pelo País.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/24/governo-federal-estima-em-751-mil-o-total-de-profissionais-de-transporte-coletivo-a-serem-vacinados-contra-covid-19-mas-ainda-nao-define-data/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta