Bruno Covas remaneja R$ 9,7 milhões para reformas de paradas de ônibus em faixas exclusivas e R$ 34,1 milhões para ciclovias

Ônibus da capital paulista

Valor faz parte de crédito adicional de R$ 144 milhões de diversas áreas

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Paulo remanejou mais R$ 9,7 milhões (R$ 9.734.444,12) para obras de ampliação, reforma e requalificação nas áreas de parada e plataforma de embarque de faixa exclusiva de ônibus.

A destinação do recurso faz parte de um crédito adicional de R$ 144,4 milhões (R$ 144.483.209,94) de diversas áreas e foi publicado por meio do decreto 60.120 neste sábado, 13 de março de 2021.

A mesma abertura de crédito inclui R$ 34,1 milhões (R$ 34.108.246,78) para ampliação, reforma e requalificação de ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas.

O Diário do Transporte já havia mostrado que em 10 de março de 2021, a prefeitura publicou oficialmente que a Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (SMUL), por meio da Secretaria Executiva dos Órgãos Colegiados, aprovou a alteração do Plano Anual de Aplicação 2021 do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano – Fundurb.

Neste procedimento, a requalificação de 17 locais de parada de ônibus ficou com R$ 11,2 milhões.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/10/fundurb-destina-mais-de-r-11-milhoes-para-requalificacao-de-17-locais-de-paradas-de-onibus-na-capital/

Já no dia 02 de março de 2021, a SPTrans (São Paulo Transporte) divulgou a previsão de que até junho conclua a substituição de pavimento nas paradas de ônibus da Avenida Celso Garcia, na zona Leste da capital paulista.

Ao todo serão 21 pontos em ambos os sentidos da via cujo asfalto (pavimento flexível) está sendo trocado por concreto (pavimento rígido).

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/02/paradas-de-onibus-recebem-pavimento-rigido-na-celso-garcia-ao-todo-serao-21/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta