Prefeitos do ABC Paulista decidem seguir fase emergencial determinada por Doria

Governador também recomendou que transporte coletivo não tenha redução de frota. Foto: Adamo Bazani.

Decisão foi tomada em assembleia extraordinária do Consórcio ABC

JESSICA MARQUES

Os prefeitos das cidades do ABC Paulista decidiram seguir a fase emergencial do Plano São Paulo, anunciada pelo Governador João Doria para conter o avanço da pandemia de covid-19.

A decisão foi tomada em assembleia extraordinária do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, realizada nesta sexta-feira, 12 de março de 2021, por videoconferência. Na ocasião, os prefeitos da região deliberaram que as medidas mais duras de restrição entram em vigor a partir da próxima segunda-feira (15) e se estendem até 30 de março, datas determinadas por Doria.

A fase emergencial mantém a fase vermelha de controle da pandemia e regulação de serviços não essenciais. Com o objetivo de estimular o distanciamento social e reduzir a circulação urbana, o Plano São Paulo ampliou as restrições de algumas atividades comerciais autorizadas na fase vermelha.

Relembre:

Doria endurece regras contra a covid-19. Fase emergencial; Toque de recolher, 100% de trem, metrô e ônibus (EMTU) sem alterações; Escalonamento de horários de trabalhadores

Em nota, o presidente do Consórcio ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra, afirmou que as medidas são necessárias para reduzir a contaminação e a sobrecarga nos hospitais da região.

As medidas mais duras de distanciamento social são imprescindíveis no momento em que nossos hospitais estão chegando no limite de ocupação. Precisamos que todos se cuidem, usem máscara, lavem as mãos e, o principal, não façam aglomerações”, disse Paulo Serra.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta