Eletromobilidade

BYD e ADL entregam primeiro ônibus elétrico Enviro200EV para Glasgow, na Escócia

Os novos veículos elétricos possuem 11,6 metros de comprimento e capacidade para 40 passageiros. Foto: Divulgação.

Pedido da operadora First Bus foi para 22 unidades do modelo

JESSICA MARQUES

A BYD UK e a ADL (Alexander Dennis Limited) entregaram o primeiro ônibus elétrico de modelo Enviro200EV para Glasgow, na Escócia. A informação foi divulgada pela BYD nesta segunda-feira, 08 de março de 2021.

A entrega foi feita por meio de uma parceria que formou a maior fabricante de ônibus elétricos do Reino Unido. O pedido foi da operadora First Bus, para 22 ônibus BYD ADL Enviro200EV.

Os ônibus, que são parcialmente financiados pelo governo escocês, serão implantados em Glasgow a tempo para a conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas COP26.

A entrega ocorre sete meses depois que a First Bus anunciou seu compromisso de não comprar ônibus a diesel após 2022 e de operar uma frota com emissões totalmente zero até 2035.

Relembre:

First Bus opera double deckers a hidrogênio na Escócia e se compromete a não comprar ônibus a diesel após 2022

A ADL é uma subsidiária da fabricante líder global independente de ônibus NFI Group Inc. (NFI), enquanto a BYD é líder global em baterias, gerenciamento de energia e mobilidade elétrica.

Usando a tecnologia de transmissão elétrica da bateria BYD, a ADL montará os ônibus na fábrica de Falkirk, garantindo que o investimento beneficie a economia local no Cinturão Central da Escócia.

Segundo a BYD, o governo escocês apoiou a compra pela First Bus desses 22 ônibus BYD ADL Enviro200EV por meio da primeira rodada do programa de emissões ultrabaixas da Escócia.

CONFIGURAÇÕES DO MODELO

Os novos veículos elétricos possuem 11,6 metros de comprimento e capacidade para 40 passageiros. Todos ficarão na garagem da First Bus Caledonia, em Glasgow.

Segundo a BYD, instalações de carregamento já foram montadas no local, como parte de um projeto anterior de dois ônibus BYD ADL Enviro200EV introduzidos no início de 2020, dando à empresa uma experiência valiosa na operação de ônibus elétricos.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta