Marginal Tietê é liberada depois de mais de 5h bloqueada por manifestação atribuída a caminhoneiros

Longas filas se formaram nas regiões da manifestação

Manhã foi complicada para a circulação de carros e dos ônibus dos transportes urbanos, metropolitanos e rodoviários

ADAMO BAZANI

Somente pouco antes de 11h, a Marginal Tietê na chegada da rodovia Castelo Branco, região do Cebolão, foi começou a ser liberada.

A via estava bloqueada por um protesto atribuído a caminhoneiros e a comerciantes do Ceagesp, muito embora, alguns motoristas e donos de caminhões relataram que não participaram do movimento e foram obrigados a parar no local pelos organizadores que ostentavam faixas contra o governador de São Paulo João Doria e contra a fase vermelha do plano São Paulo.

A circulação de carros e dos ônibus dos transportes urbanos, metropolitanos e rodoviários foi prejudicada.

A CET (Companhia de Engenhara de Tráfego) suspendeu o rodízio municipal de veículos na manhã desta sexta-feira, 05 de março de 2021.

Também foram liberadas as demais restrições existentes na cidade: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF).

A suspensão é para ÔNIBUS:

Além de ônibus urbanos do sistema SPTrans (São Paulo Transporte) da capital paulista e dos metropolitanos gerenciados pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), passageiros de ônibus rodoviários estão sendo prejudicados.

Neste ponto da Marginal Tietê passam diversos ônibus que vêm de diferentes partes do Estado e  do País em direção aos terminais Tietê e Barra Funda.

Alguns passageiros, mesmo carregando malas, deixavam os ônibus rodoviários e seguiam a pé.

RODÍZIO SUSPENSO:

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) da cidade de São Paulo suspendeu o rodízio municipal de veículos na manhã desta sexta-feira, 05 de março de 2021.

Também foram liberadas as demais restrições existentes na cidade: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF).

A suspensão é para o dia todo e não apenas pela manhã.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Tem que parar TUDO mesmo! Os Caminhoneiros e o AgroNegócio, O “HOMEM DO CAMPO” SÃO o ESTEIO DESSA TERRA DE SANTA CRUZ ! TEMER, DORIA, BOLSONARO… TRATARAM E TRATAM ESSA POBRE GENTE COMO TRASTES! MENDIGOS! SE NÃO AGEM ASSIM…NINGUÉM VÊ O HORROR EM QUE SE ENCONTRAM! Eles famílias ! Contas pra pagar! Manutenção dos Veículos no caso de Autônomos… Deus que Se Apiede dessa ppbre gente!

Deixe uma resposta