Prefeitos do ABC decidem seguir fase vermelha de Doria

Ônibus urbano em Santo André

Região é uma das mais afetadas com 80% de ocupação média dos leitos de UTI nas sete cidades. Ônibus funcionam, mas passageiros devem ficar atentos aos horários em cada município

ADAMO BAZANI

Os prefeitos das sete cidades do ABC Paulista, região que tem cerca de 2,5 milhões de habitantes na Grande São Paulo, decidiram em assembleia extraordinária na tarde desta quarta-feira, 03 de março de 2021, que vão seguir as restrições da fase vermelha do Plano São Paulo para tentar conter o avanço da covid-19.

Como mostrou o Diário do Transporte, no início da tarde, o governador João Doria anunciou que a partir de 00h de sábado, 06 de março de 2021, todo o Estado vai para a fase vermelha, a mais restritiva, até 19 de março.

Somente poderão funcionar atividades essenciais como hospitais e clínicas, veterinárias, transportes coletivos (ônibus, trens e metrô), transporte público individual (táxis e carros de aplicativo), farmácia, supermercado, segurança pública e privada, limpeza, zeladoria, entre outros.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/03/doria-muda-classificacao-cidades-plano-sao-paulo/

O ABC Paulista possui a maior ocupação de leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva), com mais de 80%, em média, mas algumas cidades giram em torno de 100%.

A região é formada por Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Por serem serviços essenciais, os ônibus funcionam, mas os passageiros devem ficar atentos porque algumas cidades da região adotaram na última semana um toque de recolher noturno e os coletivos são recolhidos às 22h em Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema e às 23h em Mauá. Em São Caetano do Sul, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, os ônibus circulam até o final das escalas habituais.

Na nota, o Consórcio do ABC informa que todos os protocolos de higiene e distanciamento devem ser seguidos pela população.

O Governo do Estado de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (3/3), a reclassificação do Plano São Paulo. Todos os 645 municípios paulistas regridem para a fase vermelha a partir do próximo sábado (6/3). A etapa mais rigorosa de restrição fica em vigor até o próximo dia 19 devido ao aumento de casos, internações e mortes causadas pelo coronavírus.

De acordo com o plano elaborado pelo Governo do Estado, a fase vermelha só permite funcionamento normal de serviços essenciais, que precisam cumprir protocolos sanitários rígidos, como fornecimento de álcool em gel, aferição de temperatura, ventilação de ambientes, controle de fluxo de público e horário diferenciado para abertura e fechamento.

Os prefeitos do Grande ABC se reuniram, em assembleia extraordinária do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, e deliberaram que as cidades vão seguir a classificação do Governo do Estado.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Sueli disse:

    Reduzi o horário de ônibus em horário que os trabalhadores estão voltando pra casa com 1 ônibus só na linha Jardim Guarará 119 demora muito é um ônibus circular precisa de fiscalização quando chove ficamos na chuva o terminal da Vila luzita e aberto precisa de fiscalização mais competentes

Deixe uma resposta