Fabricante Arrival testará seu novo ônibus elétrico no Reino Unido neste outono

Arrival Ltd é uma empresa global com sede em Londres, Reino Unido e Charlotte, EUA

First Bus, uma das principais operadoras de transporte de passageiros da região, fará testes com veículo de um andar, porta frontal única e capacidade para 36 passageiros sentados

ALEXANDRE PELEGI

A empresa fabricante de veículos elétricos Arrival anunciou que iniciará os testes de seu ônibus com emissão zero com a First Bus, uma das maiores operadoras de transporte de passageiros do Reino Unido.

Os testes dos ônibus desenvolvidos pela Arrival começam no outono europeu nas rotas operadas pela First Bus em países como Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales.

A empresa inovadora conta com investimentos de parceiros como Hyundai Motor Company, Kia Motors Company, UPS e fundos administrados pela BlackRock.

A nova parceria entre a Arrival e a First Bus acontece apenas sete meses depois que a operadora anunciou seu compromisso de não comprar ônibus a diesel após 2022 e de operar uma frota com emissões totalmente zero até 2035.

Além disso, a operadora iniciou o programa de reconversão dos seus ônibus a diesel há dois anos, num investimento de 16 milhões de libras (cerca de R$ 124 milhões), em parceria com diferentes autoridades nacionais, regionais e locais. Com isso, a First Bus já conseguiu reconverter mil ônibus de sua frota para tecnologia Euro VI, o que reduz a poluição em cerca de 95%.

A operadora, apenas nos últimos 12 meses, já integrou à sua frota vários ônibus elétricos, alimentados a hidrogênio ou biometano.

PARCERIA COM ARRIVAL

A Arrival afirma que seus veículos elétricos são os primeiros que custam o mesmo que gasolina e diesel equivalentes

A Arrival Ltd é uma empresa global com sede em Londres, Reino Unido e Charlotte, EUA, que desenvolve veículos elétricos, principalmente veículos comerciais leves. Em junho de 2020, a empresa anunciou um novo ônibus de passageiros projetado para o distanciamento social da era do coronavírus.

Este ônibus elétrico lançou uma nova experiência de transporte público aprimorada para todos os usuários, envolvendo desde motoristas e passageiros até engenheiros, faxineiros e frotistas. De acordo com dados da companhia, seu modelo reduz custos operacionais para os operadores, o que torna economicamente viável a transição para veículos elétricos.

A empresa diz ainda que as configurações iniciais do veículo de teste serão uma combinação de requisitos já existentes com recursos inovadores, que serão ativados durante a experiência piloto com a First Bus. Esta composição será possível pelo hardware inteligente conectado da Arrival e pelas soluções de gerenciamento de frota ponta a ponta.

O ônibus teste possui um andar, porta frontal única e capacidade para 36 passageiros sentados em todo o piso plano. Permite maior acessibilidade, bem como mais espaço em pé utilizável e capacidade para os passageiros viajarem com mais conforto.

Está equipado com até 310,8 kWh de capacidade de armazenamento de energia com a opção de carga CA e CC.

O veículo elétrico da Arrival foi desenvolvido não apenas para ter suspensão dianteira e traseira comuns, como também rodas e pneus comuns. Essas características, segundo o desenvolvedor, farão o ônibus ficar até 40 % mais leve do que outros ônibus elétricos a bateria no mercado hoje.

A diretora administrativa da First Bus, Janette Bell, disse à imprensa europeia que a empresa está orgulhosa de ser a primeira operadora no Reino Unido a testar os ônibus elétricos da Arrival. “Esperamos trabalhar juntos para acelerar a transição para emissões zero em nosso setor. Sua tecnologia inovadora também deve permitir um melhor atendimento ao cliente, e estamos ansiosos para ver como eles reagem aos novos ônibus quando eles forem testados ainda este ano”, disse a executiva.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta