DF determina fechamento de atividades não essenciais após às 20h

Operação do Metrô-DF será normal. Foto: Divulgação / Tony Winston - Agência Brasília. O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, assinou nesta terça-feira (27) a ordem de serviço para conclusão da Estação Estrada Parque, da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), em Águas Claras. Obras devem ser finalizadas em seis meses e beneficiarão 8.850 passageiros do metrô que moram em Águas Claras e Vicente Pires.

Medida entra em vigor a partir de segunda-feira, 1º de março

JESSICA MARQUES

O Governo do Distrito Federal publicou nesta sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021, um decreto que restringe o funcionamento do comércio e atividades não essenciais, determinando o fechamento após as 20h. A medida entra em vigor a partir de segunda-feira, 1º de março de 2021.

Durante o lockdown, todos os estabelecimentos deverão fechar as portas, à exceção de supermercados, postos de gasolina, farmácias e aqueles cujos serviços sejam essenciais à população. A medida tem como objetivo o enfrentamento à covid-19.

Confira quais os estabelecimentos estão autorizados a funcionar fora do horário do decreto:

Supermercados;
Hortifrutigranjeiros;
Minimercados;
Mercearias;
Postos de Combustível;
Comércio de produtos farmacêuticos;
Clínicas e consultórios médicos e odontológicos;
Laboratórios e farmacêuticas;
Clinicas veterinárias;
Comércio atacadista;
Lojas de medicamentos veterinários;
Igrejas e templos;
Funerárias e serviços relacionados;
Lojas de conveniência;
Escolas, faculdades e universidades da rede privada de ensino.

TRANSPORTES

Para a mídia loca, a Semob (Secretaria de Transporte e Mobilidade) informou que mudanças no transporte coletivo por ônibus ainda estão sendo definidas.

Por sua vez, o Metrô-DF garantiu que não haverá mudança no horário de abertura e fechamento das estações, mas é possível que haja antecipação ou extensão do horário de pico.

Atualmente, as estações funcionam de segunda a sábado das 5h30 às 23h30 e aos domingos e feriados das 7h às 19h.

Confira o decreto, na íntegra:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta