Após paralisação, frota de ônibus está desfalcada em Aracaju, dizem empresas

Ônibus urbanos em Aracaju

Trabalhadores protestaram contra demissões de cobradores e salários atrasados. Pneus dos ônibus foram rasgados

ADAMO BAZANI

Problemas neste sábado, 20 de fevereiro de 2021, para passageiros de ônibus de Aracaju (SE).

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), cerca de 40% da frota não circularam pela manhã porque os rodoviários em protesto nesta sexta-feira (19) paralisaram os coletivos e rasgaram os pneus. Nem todos os compostos foram ainda substituídos.

Como mostrou o Diário do Transporte, os profissionais pedem a volta dos cobradores de ônibus e pagamentos de salários e benefícios em atraso. Os cobradores foram desligados logo no início da pandemia de covid-19 entre março e abril de 2020.

As viações alegam estar com dificuldades financeiras em razão da queda do número de passageiros por causa do vírus.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/02/19/pedindo-volta-de-cobradores-e-pagamento-de-atrasados-rodoviarios-de-aracaju-se-fazem-manifestacao-no-centro/

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT), da 20ª região, atendeu ação das empresas e determinou ao menos 70% da frota em operação. Em caso de descumprimento, o TRT estipulou multa de R$ 65 mil por dia contra o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Aracaju (Sinttra).

A entidade sindical, por sua vez, informou que não foi responsável pelo protesto e que apenas aprovou um indicativo de greve, que pode ser deflagrada a qualquer momento.

Em 1º de março de 2021, deve ser realizada uma audiência com o Ministério Público do Trabalho (MPT) para tentar um acordo entre empresas e trabalhadores.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta