Moscou prevê que toda frota de ônibus urbanos seja movida por eletricidade até 2030

Ônibus do transporte público percorre rua de Moscou. Foto: Divulgação.

Mosgortrans prevê ampliação da frota com a compra de 400 veículos até o fim de 2021

JESSICA MARQUES

A cidade de Moscou, capital da Rússia, prevê que toda frota de ônibus urbanos seja movida por eletricidade até 2030. A previsão foi divulgada nesta sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021.

A Mosgortrans, responsável por administrar a rede de ônibus e bondes da cidade, prevê que a frota de cerca de 600 ônibus elétricos seja ampliada em 400 veículos até o fim deste ano. Em 2022, serão mais 420 e, em 2023, mais 855 veículos, elevando a frota de elétricos para mais de 2 mil unidades neste período.

“Todos os anos, o plano será substituir todos os veículos de transporte público rodoviários por ônibus elétricos”, afirmou o vice-chefe do departamento de projetos inovadores em Mosgortrans, Artyom Burlakov, em nota à imprensa.

De acordo com relatório da Bloomberg, fornecido pela empresa de consultoria Arthur D. Little às agências internacionais, até 2040, deverão compor a frota mundial de ônibus 1,3 milhão de unidades, o equivalente a 50% de todos os coletivos em circulação. Até 2025, já devem ser em torno de 650 mil unidades.

Relembre:

Até 2040, planeta teve ter 1,3 milhão de ônibus elétricos, diz Bloomberg

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. carlos souza disse:

    Os russos mandando seus calhambeques pra PUTHIN KI PAREEL…KKKK

Deixe uma resposta