Grupo Caio retoma pagamentos de prestações pela compra da Busscar

Ônibus rodoviário de dois andares da Busscar

TJSC havia autorizado suspensão de seis parcelas devido aos efeitos econômicos da covid-19. Prestações que tinham sido suspensas serão liquidadas no final do pagamento das parcelas inicialmente acordadas, de acordo com grupo

ADAMO BAZANI

O Grupo Caio informou por meio de nota nesta quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021, que foram retomados em dezembro os pagamentos relativos à compra dos ativos da Busscar, de Joinville (SC), produtora de carrocerias de ônibus rodoviários.

Como mostrou o Diário do Transporte, a 4ª Câmara de Direito Comercial, referendou decisão de primeira instância que autorizou o grupo a suspender o pagamento de seis parcelas diante dos efeitos econômicos da covid-19.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/02/15/justica-de-sc-autoriza-suspensao-de-pagamentos-da-compra-da-busscar-pelo-grupo-de-investidores-da-caio/

Em nota, o grupo informou que a “suspensão do pagamento das parcelas ocorreu entre os meses de junho a novembro de 2020. Essas seis prestações serão liquidadas no final do pagamento das parcelas inicialmente acordadas”.

O grupo, que detém também a fabricante de modelos urbanos Caio, de Botucatu (SP), informou que a suspensão das seis parcelas “foi uma das medidas encontradas fim de preservar o equilíbrio financeiro e os postos de trabalho”.

A compra da Busscar ocorreu em 2017 por R$ 67,1 milhões, quando foi arrematada pelos investidores que controlam a Caio.

Veja a nota na íntegra:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta