ENTREVISTA: Itapemirim vai colocar primeiros novos “dream bus” na linha BH-Brasília e terá mais 30 ônibus do modelo neste ano

Modelo é considerado de alto padrão no mercado

Veículos de dois andares possuem poltronas leito-cama com massageadores e itens contra a covid-19. Cada ônibus com todos os equipamentos custa R$ 1,16 milhão

ADAMO BAZANI

A Viação Itapemirim trouxe novamente ao mercado de linhas interestaduais a marca “dream bus”, que se destacou na história da empresa por ser um dos primeiros serviços de ônibus com duas características: leito e executivo, em veículos de um pavimento, com os monoblocos Mercedes-Benz O400 RSD, de três eixos.

Mas desta vez, a “dream bus” volta repaginado, operado por ônibus de dois andares com todas as poltronas leito-cama dotadas de itens como massageadores com acionamento individual, carregadores USB para celulares e notebooks, itens de proteção contra a covid-19, saídas de ar-condicionado individuais e iluminação interna que provoca a sensação de relaxamento para os passageiros.

O Diário do Transporte conversou por meio de aplicativo de mensagem com o proprietário da Viação Itapemirim, Sidnei Piva, que disse que as primeiras três unidades que estão na empresa estão previstas para operar na ligação Belo Horizonte (MG) Brasília (DF).

Até meados do segundo semestre, de acordo com o empresário, devem ser introduzidos na frota mais 30 veículos “dreambus” com investimentos de aproximadamente R$ 35 milhões.

Confira a entrevista e abaixo, imagens do veículo e uma história resumida do “Dream Bus”.

Diário do Transporte: Quantos ônibus são no total?

Sidnei Piva: São os três primeiros. Vamos ampliar de três em três de acordo com a ampliação de mercados que vamos atuar.

Diário do Transporte: Estes ônibus são próprios ou agregados?

Sidnei Piva: São próprios

Diário do Transporte: São zero km?

Sidnei Piva:  Sim. Zero

Diário do Transporte: O que é o “dream bus”?

Sidnei Piva: É uma marca registrada da Itapemirim quando no passado foi a primeira empresa a colocar serviço duplo em um mesmo veículo.

Nesta retomada do DREAM BUS, serão ônibus com serviço diferenciado, Leito Cama com massageadores em todas as poltronas.

Diário do Transporte: Quais linhas devem prestar serviços?

Sidnei Piva: Iniciaremos com Belo Horizonte X Brasília e posteriormente em mercados entre as principais capitais.

Diário do Transporte: Qual a capacidade: passageiros em cima e embaixo

Sidnei Piva: 28 total, todos Leito Cama com seis no andar de baixo.

Diário do Transporte: Quais são os diferenciais?

Sidnei Piva: Poltronas mais largas, tipo cama que reclinam 180 graus, com os massageadores acionados por controle individuais.

Diário do Transporte: Qual foi o investimento? Estão previstos outros dreambus? Quantos e quando?

Sidnei Piva: R$ 3,5 milhões nestes primeiros e prevemos R$ 35  milhões em mais 30 veículos deste tipo até meados segundo do semestre.

Controle remoto para selecionar funções do massageador de poltrona

HISTÓRIA:

Pesquisadores da história dos transportes rodoviários classificam o “dream bus” da Itapemirim como a primeira iniciativa do mercado de oferecer dois tipos de serviços num mesmo ônibus, algo que seria adotado depois por outras empresas do setor, antes mesmo da “popularização” dos modelos de dois andares.

Nos monoblocos Mercedes-Benz O400 RSD (de três eixos) na década dos anos 1990, a configuração consistia em 24 poltronas executivas no lado esquerdo do ônibus e oito poltronas leito (para os padrões da época) no lado direito.

As poltronas executivas eram de fileira dupla, já as de padrão leito eram individuais.

Entre os itens de conforto estavam ar-condicionado, geladeira com água mineral e carregadores de tomadas.

Uma das linhas mais marcantes com o modelo foi a Cachoeiro de Itapemirim (ES) / Rio de Janeiro (RJ).

A Itapemirim ficou famosa por classificar as diferentes características dos ônibus por nomes que se tornaram marcas, como Tribus, Climm, Bombon, Golden, Rodonave e o próprio Dream Bus.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOAO LUIS GARCIA disse:

    NO MÍNIMO ESTRANHO, POIS O VEÍCULO ESTÁ EMPLACADO EM CONTAGEM/MG E OS VEÍCULOS DESSA EMPRESA SEMPRE FORAM EMPLACADOS NO ESTADO DO ES.

    1. José Eduardo Garcia disse:

      Estranho né?

  2. dilsonmarcolino disse:

    Os ônibus doble deck, na parte tem para mim um problema com a iluminação luz azul muito forte.luz que fica embaixo no corredor muito forte. Teria como melhorar?

  3. FERNANDO SOUZA NOVAIS disse:

    Estranho e a itapemirim investir na frota e nao pagar mais de 400 funcionarios que ate hoje nao receberam as indenizaçoes previdto na clt muitos paes de familia desempregado e essa empresa de caloteiros nao paga ninguem

  4. Maria de Fátima disse:

    Como fica a situação dos idosos e deficientes físicos que precisam de usar banheiro e não tem como ficar descendo e subindo escadas já que o banheiro fica no andar de baixo. Estou falando de quem só tenha essa opção de ônibus e que não possa pagar a passagem para viajar no andar de baixo já que seria mais acessível ao banheiro. Obrigada

  5. Maria de Fátima Teles disse:

    Como fica quem não pode pagar passagem para BH a Brasília vai ter o ônibus convencional ou terá que ir nesse ônibus com um tipo de deficiência que não da conta de subir e descer escadas

  6. Hoje é dia 9, de Fevereiro faltam 20 dias pra Março, mês que esse mesmo Sidnei ai de cima disse que a frota estaria renovada em 80% kkkkkkkkk
    Estamos todos ansiosos pela chegada de 300 ônibus nos próximos 20 dias kkkkkk
    Sobre ser estranho estar emplacado em Contagem, tudo dessa empresa soa estranho, se vcs repararem.

  7. DIEGO disse:

    A Expresso Nordeste tem alguns veiculos caracterizados DREAMBUS. Muito bom o serviço que eles oferecem. Vamos ver o da Itapemirim como vão avaliar.

    Em relação a placa que o pessoal relatou acima, esse carro está registrado no nome de EXPRESSO INDUSTRIAL LTDA , CNPJ 02607242000173. de Contagem(MG).

    Assim como os demais ônibus incorporados a frota da Itapemirim recentemente, ele não é da Itapemirim e sim um ônibus locado para a Itapemirim.

  8. Ricardo disse:

    O mais importante eles já sabem?
    Que quando vão pagar os funcionários?

  9. Edinalva Betencourte Monteiro de Sousa disse:

    quero perguntar se tem ônibus que faz a linha de Porto Alegre a Vitória ES

  10. Daniel Leite disse:

    Quando teremos ônibus de mesma em condições dignas fazendo a linha Rio/ Sergipe?
    Pq os ônibus fornecidos hoje é uma calamidade.

  11. ANDERSON DE OLIVEIRA GOMES disse:

    Então senhor presidente da viação Itapemirim
    Deveria pagar os funcionários pai de família q a tempo vcs estão deixando de lado melhor do q ficar postando carros com dinheiro dos trabalhadores

  12. ANILTON DOS SANTOS PRATES disse:

    O Sr. Sidnei Piva e a Sra Camila Valdivia ” compraram ” várias empresas com dividas. Venderam todos o patrimônio das empresas e não pagaram nem um centavo para os funcionários. Agora está aí pagando de empresário do setor de transporte. Um belo charlatão e ladrão. Porque vcs não pagam as centenas de funcionários que estão a espera dos direitos. Aos repórteres que vivem fazendo está entrevistas porque não fazem um análise prévia do entrevistado para saber o seu passado?

  13. Ismael Junior disse:

    Realmente esse é o ônibus dos sonhos. Eu torço para que a empresa consiga honrar seus compromissos e voltar a ser o que era antes. Independente de serem comprados ou alugados, “que sejam eternos enquanto durem” esses carros na empresa, até porque para os passageiros essa questão não vem ao caso (eu mesmo não sei qual foi comprado ou alugado dela). Pra quem até uns tempos atrás tava com carros de 99/2000 em circulação, um desse é da água pro vinho.

  14. José Antônio da Silva disse:

    Boa noite gostaria de saber quando a Itapemirim vai pagar os fonsionarios foram demitidos

  15. MARGARETH DE CASTRO ABREU disse:

    Queria saber quando vão colocar ônibus bom do Rio de Janeiro para Belém pois os ônibus são tá velhos que vivem quebrando nas estradas colocando os passageiros em perigo e o banheiro horrível ,ou vcs acho que os Paraense são lixo, cobram a passagem cara e não tem um conforto .

  16. A Itapemirim está em recuperação judicial, quando vai sair? Com um débito que supera 1 bilhão de reais, acredito que em primeiro lugar deveria pagar pelo menos os credores trabalhistas.

Deixe uma resposta