ANTT apreende no Rio de Janeiro dois veículos a serviço da Buser em operação na BR-040

Parte da Operação Pascal, fiscalização começou nessa sexta (30) e se estendeu até a madrugada deste sábado, 30 de janeiro

ALEXANDRE PELEGI

Em operação contra o transporte rodoviário interestadual de passageiros a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) iniciou nessa sexta, 29 de janeiro de 2021, mais uma ação de fiscalização como etapa da Operação Pascal 2021.

A operação dos fiscais se estendeu até a madrugada deste sábado (30), e contou com o apoio da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ).

Como resultado, os fiscais apreenderam no município de Areal (RJ), a BR-040, dois ônibus a serviço da Buser.

De acordo com a fiscalização, um dos veículos apreendidos possuía autorização para viagem de Turismo que consiste em um grupo fechado de passageiros em viagem de ida e volta com o mesmo objetivo. No entanto, o ônibus realizava linha do Rio de Janeiro para Belo Horizonte e era de propriedade da empresa Turispall Transportes e Turismo Ltda.

O outro veículo plotado com a logo ‘’Solução’’ e de propriedade da empresa BR Sul Gestora de Bens, Viagens e Turismo Ltda, realizava linha do Rio de Janeiro/RJ para Brasília/DF e estava com uma trinca no pára-brisa, colocando em risco a segurança dos passageiros, da tripulação e dos transeuntes. Além disso, os fiscais contam que o condutor apresentou também autorização de turismo, só que com a placa de outro veículo, com objetivo de ludibriar a fiscalização.

No total, 40 passageiros foram retirados do transporte irregular.

A fiscalização alerta para o perigo de viajar em veículos não autorizados para o serviço prestado e considerados ‘’clandestinos’’, e que “ofertas pela internet ou aplicativos podem ser verificadas na ouvidoria se são autorizadas ou não’’.

Além disso, lembram que veículos autorizados a fazer Turismo não podem vender passagens, “só de ida”, nem podem embarcar e desembarcar em terminais rodoviários.

Para denúncias ou dúvidas sobre a legalidade da viagem podem ser utilizados os canais da Ouvidoria:

Whatsapp (61) 99688-4306; telefone 166 (24 horas); e o e-mail ouvidoria@antt.gov.br

Imagens enviadas pela ANTT:


 

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. João Luis Garcia disse:

    Parabéns ANTT
    Que seja o fim dessa enganação chamada BUSER

  2. Santos disse:

    ANTT sendo lixo como sempre….. perseguição a Buser, clandestino e esses agentes corruptos deles…. só ônibus top roda na Buser. Quanto devem está recebendo das grandes empresas???

    1. Natan Jr. disse:

      Você é a favor da sonegação de imposto? Então para de falar besteira pq a Buser sonega imposto e não é pouco não.

  3. Anderson disse:

    Diga não ao transporte clandestino Diga NAO A Buser.
    Compre pasagens de empresas legais.
    Buser não tem concessão para operar no transporte interestadual

  4. Eduardo dos Santos Fagundes disse:

    Isto já virou palhaçada

Deixe uma resposta