Manaus (AM) determina circulação de 100% da frota de ônibus e restringe outros transportes

Fiscais estão atuando nos terminais da cidade, segundo a Prefeitura. Foto: Sidney Gonçalves/IMMU.

Prefeitura também solicitou às empresas o aumento do número de veículos reserva nos terminais

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Manaus, no Amazonas, determinou a circulação de 100% da frota de ônibus e informou que está fiscalizando a operação. Além disso, o Executivo também solicitou às empresas o aumento do número de veículos reserva nos terminais.

Nesta terça-feira, 26 de janeiro de 2021, a Prefeitura ressaltou que ônibus alternativos e executivos têm autorização para circular no horário compreendido das 6h até às 19h.

Além disso, carros de aplicativo, táxis e mototáxis, podem circular de 6h até as 21h. Após este horário, só estarão autorizados se estiverem portando documento com foto e em casos que, comprovadamente, atendam a situações de emergência.

Nestes casos, segundo a Prefeitura, a autorização será liberada pela fiscalização, realizada pela Polícia Militar nas ruas de Manaus, no horário compreendido entre 19h e 6h.

“Nos casos de táxis do aeroporto, estes devem seguir rigorosamente as regras estabelecidas, onde tanto o motorista quanto o passageiro deverão portar identificação, comprovando a justificativa para circulação”, detalhou a Prefeitura, em nota.

O objetivo é evitar possíveis aglomerações dentro dos terminais e a demora no atendimento ao usuário do transporte coletivo.

A medida foi realizada após a publicação do Decreto Estadual nº 43.303, com medidas de combate à covid-19 no Amazonas.

REGRAS PARA TÁXIS E CARROS DE APLICATIVO

A Prefeitura esclarece também que o atendimento oferecido pelos táxis e carros de aplicativo acontece de forma restrita, obedecendo as regras do decreto estadual em vigor.

“Somente casos que atendam às necessidades de urgência, serão liberados pela fiscalização realizada nas ruas da cidade. Todos deverão portar identificação pessoal com foto e comprovar a justificativa para circulação”, informou.

“Recomenda-se, especialmente nos itinerários com passageiros, manter as janelas dos carros abertas para facilitar a circulação de ar, higienização das partes internas do veículo com álcool 70%, assim como disponibilizar para os passageiros. Recomenda-se também o uso de luvas para manuseio de máquina de cartão ou dinheiro”, detalhou também a Prefeitura.

FISCALIZAÇÃO DE ÔNIBUS

Nesta segunda (25) a fiscalização dos ônibus municipais foi reforçada nos horários de pico da operação dos coletivos, segundo a Prefeitura.

“O objetivo é orientar os cidadãos sobre as linhas em operação e evitar o acúmulo excessivo de passageiros nas plataformas de embarque e dentro dos ônibus. Além disso, os fiscais estão atuando dentro dos ônibus para verificar se a lotação máxima está sendo respeitada e se o uso obrigatório de máscara também está sendo cumprido”, detalhou a administração municipal.

LINHAS COM MAIOR DEMANDA

As linhas 014,650, 652, 671, 641, 640, 450, 418, 359 e 600, que são alimentadoras, são as que possuem maior demanda. Todas, de acordo com a administração municipal, reduziram o tempo de espera, que antes chegava a 40 minutos e agora estão com tempo estimado de 20 minutos.

Assim, segundo a Prefeitura, os fiscais estão antecipando os ônibus reserva, caso a fila de espera esteja extensa. As linhas que servem outras zonas da cidade também estão com frota completa.

A frota total em circulação gira em torno de 950 ônibus, além de mais 30 reservas divididos entre os principais terminais de integração.

Os permissionários, que trabalham dentro dos terminais comercializando água, lanches e outros produtos, tiveram suas atividades suspensas a partir desta segunda-feira, 25, pelos próximos sete dias.

BARREIRAS SANITÁRIAS

Em média 900 veículos de passeio e motocicletas estão sendo sanitizados diariamente, nas barreiras das rodovias AM-010 (Manaus – Itacoatiara) e BR-174 (Manaus-Porto Velho), pela Prefeitura.

A ação é realizada diariamente, no horário das 7h às 19h, em cumprimento ao decreto estadual nº 43.303/2021, que determina restrição de circulação de pessoas pela cidade.

A sanitização dos veículos consiste na aplicação de quaternário de amônio, nas longarinas e nos pneus de carros e motocicletas.

Além do procedimento, os condutores e demais ocupantes dos veículos também passam pela aferição de temperatura. Caso alguém apresente temperatura superior a 37.6º, a orientação é buscar imediatamente uma Unidade Básica de Saúde ou Serviço de Pronto Atendimento, para verificar a possível suspeita de covid-19, segundo a Prefeitura.

Os trabalhos tiveram início na última quarta-feira (20) e estão sendo realizados em parceria entre a Defesa Civil, Guarda Municipal, secretarias municipais de Saúde, Limpeza Urbana, Vigilância Sanitária municipal e Instituto Municipal de Mobilidade Urbana.

Além das sanitizações nas áreas de barreira, ações semelhantes estão sendo realizadas nos principais corredores viários de Manaus, conforme informado pela administração municipal.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta