Diário no Sul

Rodoviários da Assur paralisam atividades em Guaíba (RS) na manhã desta segunda (11)

Ônibus da Expresso Assur em Guaíba. Foto: Cristiano Schenepfleitner / Ônibus Brasil

Trabalhadores reclamam de atraso nos salários 

ALEXANDRE PELEGI

Os ônibus da Expresso Assur, em Guaíba, Região Metropolitana de Porto Alegre, não saíram às ruas na manhã desta segunda-feira, 11 de janeiro de 2021.

Os trabalhadores da empresa fizeram um protesto em frente à garagem logo pela manhã, impedindo a saída dos coletivos.

Eles reclamam do atraso no pagamento dos salários e do não pagamento do 13º.

As 30 viagens programadas para esta manhã não foram feitas.

Como parte do protesto, sete ônibus foram encaminhados para a frente da prefeitura.

Não houve acordo entre rodoviários e a prefeitura.

Apesar disso, o prefeito recém-eleito adiantou que pode adotar a mesma atitude de seu colega de Canoas, onde a prefeitura deu aporte para que a empresa Sogal quitasse os débitos com os trabalhadores, encerrando a greve que durava duas semanas. Relembre:

Após acordo, greve de ônibus da Sogal é encerrada em Canoas (RS)

O Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Guaíba informou à imprensa regional que encerrará o protesto caso a prefeitura agende uma reunião de conciliação com a empresa.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta