Prefeito do Rio de Janeiro descarta lockdown e cogita escalonamento dos transportes

Afirmações foram feitas por Paes na manhã desta quarta (06)

JESSICA MARQUES

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou que descarta lockdown na cidade, mas cogita realizar o escalonamento dos transportes, como medida de prevenção à Covid-19.

As afirmações foram feitas na manhã desta quarta-feira, 06 de janeiro de 2021, conforme publicado pelo G1.

“Não há lockdown e não há previsão de haver. Espero que a gente não tenha que chegar a isso. (…) Em relação aos ônibus, o escalonamento é algo que se pode fazer. Nós estamos analisando”.

Além disso, o prefeito afirmou que não há previsão de aumentar o frota de ônibus na cidade.

“Aumentar o número de ônibus, a gente sabe que tem uma rede que foi destruída, de BRTs, de ônibus, e você não adquire ou recupera ônibus com essa rapidez toda”, disse.

“O escalonamento é uma medida mais ágil, junto com bares e outras coisas, mas isso serão decisões técnicas do comitê de especialistas da Secretaria de Saúde. O prefeito não é palpiteiro. Nós vamos respeitar aquilo que a medicina, a ciência e a saúde disserem”, afirmou também.

A medida foi tomada em 2020 com o objetivo de conter o contágio pelo coronavírus.

Relembre:

Covid-19: Crivella e Castro escalonam horários para evitar lotação nos transportes públicos no Rio de Janeiro

DISTÂNCIA É INVIÁVEL EM ÔNIBUS

O prefeito afirmou ainda que é inviável respeitar o distanciamento social dentro de um ônibus para evitar a proliferação do coronavírus, como preveem decretos deixados pelo prefeito anterior, Marcelo Crivella.

Relembre:

Prefeitura do Rio de Janeiro publica regras de distanciamento entre passageiros em pé nos ônibus

Por esse motivo, o que será estudado é o escalonamento das atividades econômicas, para que o transporte coletivo não tenha horários de pico como é atualmente.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta