Prefeito interino do Rio de Janeiro torna sem efeito reajuste da tarifa de táxi

Secretaria Municipal de Transportes ainda deverá anular a medida para revogar reajuste. Foto: Divulgação.

Segundo Jorge Felippe, aumento agravaria problemas enfrentados pela categoria

JESSICA MARQUES

O prefeito interino do Rio de Janeiro, Jorge Felippe, orientou a Secretaria Municipal de Transportes que torne sem efeito a resolução 3343/2020 publicada nesta segunda-feira, 28 de dezembro de 2020, que concede aumento da tarifa de táxi.

“Acreditamos que o aumento do preço agravaria problemas enfrentados pela categoria, ainda mais em meio à pandemia, e reduziria ainda mais o mercado, prejudicando o usuário”, afirmou Jorge Felippe, em nota.

Conforme noticiado pelo Diário do Transporte, a Prefeitura havia autorizado reajuste de 6,8% na tarifa de táxis. A bandeirada passaria dos atuais R$ 5,80 a custar R$ 6,20 a partir do dia 1º de janeiro de 2021.

Em publicação nas redes sociais logo após a publicação do reajuste no Diário Oficial, o Sindicato dos Taxistas Autônomos do Município do Rio de Janeiro se manifestou contrário ao ato do Secretário, “por entender que, nesse momento, não será benéfico para a categoria”.

Relembre:

Prefeitura do Rio publica reajuste de táxis a partir de 1º de janeiro de 2021

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta