Caieiras e Franco da Rocha aumentam tarifa do transporte coletivo nesta terça-feira

Ônibus da Viação Caieiras, na cidade de mesmo nome. Foto: Rafael Santos Silva / Ônibus Brasil

Passagens de ônibus nos dois municípios passarão a custar R$ 5

ALEXANDRE PELEGI

Os moradores de Franco da Rocha e Caieiras, municípios da Grande São Paulo, foram surpreendidos com avisos colados no interior dos ônibus e terminais informando que a partir desta terça-feira, 29 de dezembro de 2020, a tarifa será reajusta para R$ 5.

No caso de Caieiras, o aviso atribui o reajuste ao Decreto municipal nº 8.389/20. Já no caso de Franco da Rocha, o Decreto é o de nº 2.993/20.

O aviso repete os mesmos moldes adotados em janeiro de 2020, e até o modelo de cartaz é igual, mudando apenas o valor, a data e o número do Decreto.

Naquela ocasião, a tarifa foi reajustada para R$ 4,80 no dia 1º de janeiro de 2020 em Franco da Rocha, e o reajuste também foi informado aos passageiros por meio de cartazes nos ônibus.

Na mesma data, os ônibus municipais de Caieiras também passaram a ter a tarifa de R$ 4,80.

A Viação Cidade de Caieiras opera nas duas cidades, e confirmou o reajuste para o Diário do Transporte.

A reportagem tentou contato com as duas prefeituras, mas os telefones não atendiam.

Foram encaminhados e-mails solicitando a posição oficial das duas administrações municipais sobre os reajustes, bem como os motivos. O Diário aguarda resposta para publicar neste espaço.

A prefeitura de Franco da Rocha enviou a seguinte nota:

O reajuste da tarifa é previsto em contrato e foi concedido conforme a planilha de custos apresentada pela concessionária e está de acordo com a inflação acumulada no período. A prefeitura de Franco da Rocha não possui orçamento que lhe permita subsidiar o sistema de transporte coletivo nem praticar qualquer regime de controle de preços, infelizmente. 
À disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais. 

Nas redes sociais, várias pessoas se mostravam surpresas e indignadas com o reajuste:

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Miriam disse:

    Isso e um absurdo, nós dias de hoje na crise que nos vivemos o povo aumentando a tarifa sendo que nosso salário abaixou , nós temos que nos unir para lutarmos pelos nossos direitos como cidadãos,,não podemos deixar isso acontecer a força faz a diferença

Deixe uma resposta