Pacotes contra a covid-19 em ônibus da Caio são comprados por empresas do Brasil de do exterior

Veículos recebem selo indicando que foram instalados equipamentos de biossegurança

Pendotiba, Araçatuba, Viação Osasco e o Grupo Asperbras (Angola) são algumas das empresas citadas pela fabricante

ADAMO BAZANI

A fabricante de carrocerias de ônibus Caio divulgou nesta quarta-feira, 23 de dezembro de 2020, vendas dos pacotes Caio Protect de equipamentos para reduzir a possibilidade de contágio pela covid-19 no transporte coletivo.

Entres os itens estão tecidos de bancos que prometem neutralizar a ação do vírus, protetores para motoristas e cobradores, dispensadores de álcool em gel, purificador de ar interno, medidor de temperatura e produtos para desinfeção dos ônibus.

Pendotiba, Araçatuba:

As empresas Pendotiba e Araçatuba, que atuam em Niterói, no Rio de Janeiro, compraram 22 ônibus zero km com proteção para cabine do motorista, que dificulta o contato direto dos

passageiros com o condutor ao entrarem no veículo.

Viação Osasco:

A empresa de Osasco, na Grande São Paulo, equipou ônibus com revestimento antiviral em partes como pega-mão das portas de embarque e desembarque, apoio de braços, catraca, botão de solicitação de parada, poltronas dos passageiros, motorista e cobrador e também em todos os encapsulados (balaústres, corrimãos, tubos de anteparos).

Em nota, o engenheiro de produto da Caio, Rafael Ting Sun Guimarães, disse que o material utilizado na produção dos revestimentos pode inativar o vírus em menos de um minuto.

“Após os testes, certificados por agências técnicas do governo, UNICAMP e IPT, foram

comprovadas a resistência, durabilidade, facilidade de manutenção e, principalmente, a

eficácia antiviral e antibacteriana do tecido. Produzido com fios de poliamida, o material

impede a propagação de vírus e bactérias, além de inativar o Sars-Cov-2, responsável

pela Covid-19 em menos de um minuto, após o contato”

Grupo Asperbras:

Segundo a Caio, o Grupo Asperbras, que atua no transporte coletivo de passageiros em Angola, na África, comprou 132 ônibus zero km com isolamento para motoristas e cobradores. Os kits também podem ser comprados para ônibus usados.

PACOTES:

Na nota, a Caio destaca alguns dos principais itens dos pacotes contra a covid-19, que podem ser comprados em conjunto ou isoladamente.

– Tecido antiviral: usado em áreas que podem ter contato com os usuários, foi desenvolvido com fio de Poliamida AMINI® VIRUS-BAC OFF, inativando vírus e bactérias que entram em contato com o material. O efeito da ação antiviral é permanente (durante toda a vida útil do tecido). O material está disponível nas estampas Kaleidos Cinza, Azul e Azul / Amarelo;

– Kit de proteção da cabine do motorista, cabine do cobrador e passageiros que estão em grupo de risco: a proteção dificulta o contato direto com outros passageiros e pode ser instalada em veículos em operação. O Kit de soluções de proteção é de fácil limpeza e manutenção;

– Sinalização de assento identificado em vinil ou silk: promove o adequado distanciamento social, por meio de cores que identificam os assentos que podem ou não ser utilizados, de forma rápida e com custo acessível;

– Medidor de temperatura: com tempo curto de resposta, o sensor acusa por alerta sonoro se o passageiro está ou não com a temperatura fora do padrão. Sem contato, mantém uma distância segura de outros passageiros;

– Higienizador de mãos: com sensor de aproximação e vazão ajustável, o item possui acionamento automático e capacidade para 700 ml de álcool em gel. Também disponível na versão manual (dispenser);

– Purificador de ar (plasma fotoelétrico): ar purificado, que mantém os ocupantes do salão interno do ônibus, livres de agentes nocivos como micróbios, odores e contaminação;

– Biocida aplicado nos itens que compõem o salão interno dos ônibus, com alta performance antiviral e antimicrobiana, testados com vírus da mesma família do Sars-CoV-2, sem alterar a aparência, textura, usabilidade e manutenção desses materiais.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta