Congresso dos EUA aprova verba de mais de 70 bilhões de reais para o transporte público

Após ajuda de 2,3 trilhões de dólares em março, EUA injetarão mais 900 bilhões de dólares na economia em 2021

ALEXANDRE PELEGI

Enquanto as concessionárias de transporte público no Brasil amargam rombos de caixa gigantescos devido à pandemia, período em que a oferta se mantém bem acima da demanda, o Congresso dos Estados Unidos aprovou nessa segunda-feira, 21 de dezembro de 2020, uma verba de mais de 900 bilhões de dólares para injetar na economia do país, cerca de R$ 4,6 trilhões.

O objetivo é amenizar a crise provocada pela pandemia Covid-19.

Os sistemas de transporte público serão contemplados com 14 bilhões de dólares, cerca de R$ 72 bilhões.

O pacote inclui ainda 1 bilhão de dólares, mais de R$ 5,1 bilhões para a empresa estatal federal de transporte ferroviário de passageiros, a Amtrak – National Railroad Passenger Corporation.

Para as rodovias estaduais, a ajuda será de 10 bilhões de dólares, mais de R$ 51 bilhões.

O pacote foi aprovado graças a um acordo fechado no domingo (20) entre líderes republicanos e democratas.

O líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, após o acordo festejou no plenário: “Finalmente, alcançamos o consenso de que o país precisa“, após meses de negociação.

Este já é o segundo pacote de ajuda econômica para o país.

Em março foi aprovado um valor de 2,3 trilhões de dólares para estimular a economia do país diante da paralisação que se avizinhava para conter a disseminação do coronavírus.

A covid-19 matou até hoje mais de 317 mil americanos.

O pacote precisa ainda ser sancionado pelo presidente Donald Trump.

Além dessas verbas para a área de transportes, os cidadãos americanos receberão pagamentos diretos de 600 dólares (mais de R$ 3 mil), e os desempregados receberão ainda um reforço semanal de mais 300 dólares por semana (R$ 1.550).

Centenas de bilhões de dólares serão aplicados ainda em ajuda a pequenas empresas.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta