Área de Porto de Paranaguá é arrematada por R$ 25 milhões e vai receber equipamentos para exportação de ônibus

Ônibus sendo exportados pelo Porto de Paranaguá que neste ano bateu recordes de embarques únicos

Terminal tem registrado aumento de embarques de veículos de transportes coletivos para o exterior; Ascensus Gestão e Participações foi a vencedora

ADAMO BAZANI

Uma área de 74,1 mil metros quadrados denominada terminal PAR12 do Porto de Paranaguá, no Paraná, foi arrematada na última sexta-feira (18) em leilão por R$ 25 milhões pela Ascensus Gestão e Participações, representada pela corretora do Itaú.

Participaram também da concorrência o Consórcio Interalli/Marcon, representado pela corretora Nova Futura; e CS Brasil, com representação da Necton Investimentos.

O local tem capacidade estática para quatro mil veículos e armazenagem anual de 120 mil unidades.

O contrato é de 25 anos de concessão e área vai receber equipamentos e edificações a serem utilizados na movimentação e armazenagem de cargas Roll-on/Roll-off (automóveis de passeio, veículos comerciais leves, utilitários, caminhões, ônibus, tratores e outras cargas móveis).

Ao fim do contrato de concessão, os equipamentos passam a ser de propriedade do Estado.

As cargas Roll-on/Roll-of são caracterizadas por embarcar e desembarcar nos navios pelos seus próprios meios.

Nesta modalidade, a demanda estimada em Paranaguá vai de 287 mil a 461 mil veículos/ano entre 2021 e 2045.

Como tem mostrado o Diário do Transporte, nos últimos anos, os embarques de ônibus para o exterior ganharam importância no Porto de Paranaguá.

Em 14 de dezembro de 2020, foi realizado o embarque de 157 ônibus de uma só vez para Boma, na República do Congo, e Luanda, em Angola, batendo o recorde de envio de lote único do Porto.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/12/14/em-novo-recorde-porto-paranagua-pr-embarca-157-onibus-para-a-africa-nesta-segunda-14/

Como tinha mostrado o Diário do Transporte, até então o maior embarque foi de 155 coletivos em 13 de novembro de 2020, para os mesmos destinos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/11/14/especial-como-foi-o-embarque-de-155-veiculos-da-marcopolo-e-caio-para-a-africa-pelo-porto-de-paranagua-pr/

Somente neste ano, foram três grandes carregamentos de veículos de transporte público. Em julho, 130 ônibus foram carregados em um único navio. Em outubro, outros 110, e, em novembro, foram 155 ônibus carregados.

Os 552 veículos também foram para Boma, na República do Congo, e Luanda, em Angola. Os ônibus integram um projeto de transporte público dos países africanos.

O governo paranaense estima que outros dois embarques em grande quantidade já estão previstos para os meses de janeiro e fevereiro de 2021.

Em 2019, foram exportados pelo terminal 588 ônibus em diversos lotes.

MAIS LEILÕES:

Em nota do Governo do Paraná, o diretor-presidente da “Portos do Paraná”, Luiz Fernando Garcia, disse que outros cinco leilões devem ocorrer, sendo que há consultas públicas em andamento.

“Teremos mais cinco licitações nos próximos anos. Entre elas duas com consultas públicas já abertas. São áreas operadas a partir de liminares ou contratos precários há mais de uma década. Após esses certames teremos um Porto de Paranaguá inteiramente modernizado”, explicou.

As cinco licitações compreendem um terminal de líquidos e um de carga geral (com as consultas abertas) e três áreas de granel sólido (dois para exportação e um de importação), com expectativa de abertura da consulta no primeiro semestre de 2021. Com isso, a expectativa é ultrapassar investimentos de R$ 1,3 bilhão e aumentar a movimentação, que já foi recorde em 2020, segundo nota do Governo do Paraná.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Dalmo disse:

    Muito bem, mas e a rodovia p passar estes caminhões como fica????

Deixe uma resposta